sábado, 11 de junho de 2011

[Ed.#119] RastaFórum: O Nascimento de uma das mais Emblemáticas Músicas do Rei do Reggae!

O ano 1980 era pra ser especial para Bob e os Wailers. Além de gravar seu décimo álbum pela Island, o grupo estava planejando uma grande turnê que os levaria à Europa, Américas e África. Do ponto de vista de Chris Blackwell e do diretor de Bob, Don Taylor, a turnê iria concretizar o status de maior estrela internacional da música popular.

 

O primeiro evento do ano era uma aparição no Gabão Ocidental. Os dois shows – os primeiros dos Wailers na África – foram arrumados por Taylor e eram parte de uma festa de aniversário para o presidente Omar Bongo. A animação da banda se transformou em decepção quando descobriram que o local do show era uma quadra de tênis. Pior ainda, os espectadores estavam reduzidos a uma elite limitada da sociedade gabonesa.

 

As coisas ainda piores quando o Bob descobriu que o seu empresário tinha recebido 60 mil dólares pelos dois shows e pagou ao grupo só 40 mil. Bob imediatamente despediu Taylor e depois foi embora do país.

 

De volta a Jamaica, o grupo logo começou a trabalhar em um novo álbum, mas uma vez gravando no Tuff Gong. Eles fizeram 20 faixas antes de entregar a Chris Blackwell. De acordo com a biografia de Timothy White, Blackwell “arrasou com a banda dizendo a Bob que, em sua opinião, ele teria mais a oferecer neste álbum”, no dia seguinte Bob voltou com mais duas músicas “Caming in From the Code”, que se tornaria faixa introdutória do álbum e “Redemption Song”, que fecharia o disco.

 

Somente com voz e violão de Bob, Redemption Song era diferente de tudo que ele já tinha gravado: uma balada acústica sem nenhuma pitada de reggae. Na sua mensagem e sonoridade, relembrava Bob Dylan. “Won’t you help me sing this songs of freendom?”, dizia a letra. White chamava de “acústico espiritual” e outro biógrafo, Stephen Davis, apontou que a música era “uma partida total, um verso muito pessoal cantado com a brilhante pegada acústica do violão Ovation Adamis de Bob”. Visto como um todo, o álbum Uprising se tornou o trabalho mais pessoal da carreira de Marley.

5 comentários:

  1. redeption songs \o/

    ResponderExcluir
  2. Redemption song é uma das músicas mais bonitas que existem... hoje em dia escutam Luan Santana e CIA LTDA e acham que isso é musica... u_u

    ResponderExcluir
  3. bom post..
    só pra consertar..a música do Bob vcs colocaram com o nome errado..não é "Caming in From the Code" e sim "Coming in from the cold" q por sinal é muito esparrada ! ! !

    ResponderExcluir
  4. Hehehe nossa consciencia é individual ! belas canções de reggae falando de liberdade, desapego e vida para uns são mais importantes que canções sertanejas exprimindo o descontentamento com a vida e a busca por prazer fugazes!
    A evolução do ser humano hoje depende mais da evolução do inconsciente do que da evolução da nossa racionalidade e certezas !

    ResponderExcluir