sexta-feira, 3 de junho de 2011

Um Circo Voador lotado para ver além da Cortina de Fumaça!

por Tales Henrique Coelho

fotos Adair Aguiar

Exibição do documentário "Cortina de fumaça" no Circo Voador. Logo em seguida foi realizado um debate entre os participantes do filme e o público pode fazer suas perguntas sobre o filme aos especialistas. Estiveram presentes, o delegado Orlando Zaconne, o professor de direito da FGV Pedro Abramovay, o secretário de estado de meio ambiente, Carlos Minc e o neurocientista da UFRJ João ...

 

Um momento histórico. O Circo Voador, palco de grandes movimentos culturais cariocas e brasileiros, ficou pequeno na quinta-feira (2 de junho) para a exibição do filme “Cortina de Fumaça”, seguida de um debate qualificado sobre a política de drogas brasileira e mundial. Centenas de pessoas atentas a um dos filmes brasileiros que melhor discute o tema, com abordagens múltiplas que fazem cair por terra qualquer dos argumentos proibicionistas.

 

Exibição do documentário "Cortina de fumaça" no Circo Voador. Logo em seguida foi realizado um debate entre os participantes do filme e o público pode fazer suas perguntas sobre o filme aos especialistas. Estiveram presentes, o delegado Orlando Zaconne, o professor de direito da FGV Pedro Abramovay, o secretário de estado de meio ambiente, Carlos Minc e o neurocientista da UFRJ João ...

 

O debate começou com o Pedro Abramovay, que chegou a ser nomeado Subsecretário de Política de Drogas do Governo Federal mas foi exonerado quando proclamou seus ideais antiproibicionistas na mídia. Pedro destacou a importância do evento e da divulgação da informação, ressaltando que só o debate franco e racional vai trazer o avanço nesta questão. O jurista destacou ainda a importância da reunião de jovens para discutir e fazer política de uma forma inovadora e muito promissora.

 

IMG_0608

 

Abramovay falou ainda sobre a Lei de Drogas de 2006, que teoricamente despenalizou o uso de drogas, mas acabou sendo pior para quem não tem dinheiro para pagar um advogado. “O limite entre o usuário e o traficante é muito tênue nesta legislação”, explicou.

 

Exibição do documentário "Cortina de fumaça" no Circo Voador. Logo em seguida foi realizado um debate entre os participantes do filme e o público pode fazer suas perguntas sobre o filme aos especialistas. Estiveram presentes, o delegado Orlando Zaconne, o professor de direito da FGV Pedro Abramovay, o secretário de estado de meio ambiente, Carlos Minc e o neurocientista da UFRJ João ...

 

Em seguida, foi a vez do delegado da Polícia Civil, Orlando Zaccone, apresentar sua visão sobre a absurda lei de drogas em vigor na maioria dos países do mundo. O policial fez uma abordagem do ponto de vista do direito penal, e ainda provocou uma reflexão sobre o futuro próximo desta luta. “Está começando a surgir um discurso que quer apenas colocar a maconha no hall das ‘drogas boas’ junto com o tabaco e álcool. Mas temos que lutar por uma mudança muito mais profunda na política de drogas como um todo”, afirmou o delegado, criticando por exemplo a propaganda excessiva que é feita do álcool.

 

 

Zaccone também mostrou que a legislação atual tem um foco muito claro quando prende usuários pobres como traficantes, lotando as cadeias de todo o País. “Se um jovem pobre estiver com três trouxinhas de maconha, tiver dado o azar de ter recebido um salário mínimo e for pego pela Polícia, é um abraço”.

 

O debate contou ainda com as falas do deputado estadual Carlos Minc e do neurocientista João Menezes, da UFRJ, que também defenderam a necessidade na mudança da lei e o caminho da discussão aberta e racional em todos os cantos da sociedade. “É um dever de todos que estão aqui, que não se calem quando ouvirem pessoas repetirem em rodas de conversa ou outros meios os preconceitos sem fundamento contra a maconha e outras drogas”, afirmou o professor. “Eu quero deixar registrada aqui uma homenagem aos cultivadores caseiros de todo o Brasil, que cumprem um papel importantíssimo!”, completou o deputado.

Diretor: Sonho realizado

Ao final da discussão o diretor do filme, Rodrigo Mac Niven, classificou o momento como a realização de um sonho. Com certeza foi um ponto de partida muito importante, em que cada um dos presentes saiu do Circo Voador um pouco mais militante do que entrou, o que vai fazer mais diferença nesta luta que ainda tem um longo caminho pela frente.

 

26 comentários:

  1. boaaa

    legaliza brasil

    ResponderExcluir
  2. Evento muito bom! O brasil precisa de mais filmes assim e espaços como o circo voador!

    ResponderExcluir
  3. Eventos como esse DEVEM se espalhar por todo país! O filme é excelente e bem claro com os caminhos que temos de tomar!

    ResponderExcluir
  4. Se tiverem algum vídeo do debate, postem o mais rápido que puderem na net! Valeuuuuu!!!

    ResponderExcluir
  5. Temos vídeos sim. Vamos postar em breve!

    ResponderExcluir
  6. presenca foi confirmada...muito bom (tirando os pe preto q tentaram estragar a festa disfarcado)

    ResponderExcluir
  7. Estava ontem nesso momento. Fiquei muito feliz de ver que O Brasil e nos Cariocas estamos cada vez mais crescendo, e aparecendo pra falar nossos ideais, aos maiores!!!! com eventos assim que estamos dando passo a discriminalizacao e a legalizacao, e tambem outras legislacoes que somos contra!!!!!


    LEGALIZA!!!! QUE EU QUERO PLANTAR!!!!!

    ResponderExcluir
  8. legaliza que vira paraiso

    ResponderExcluir
  9. Estamos caminhando...e os passos estão mais rápidos agora...

    ResponderExcluir
  10. que o caminho seja curto, pois nao aguento mais viver na criminalidade ser ser criminoso.....


    nao quero ser um prisioneiro politico...


    so quero plantar e colher....

    ResponderExcluir
  11. O MINC bota a cara mas é um BABACA.. aprovou a usina belo monte e adoro aparecer na midia.... fanfarraao...

    quem o FHC vendeu o BRASIL e agora fala q apoia a cannabis, porem e outro q quer midia....


    Quando eu fumo um baseado eu PENSO....

    ResponderExcluir
  12. Fala isso do FHC nao cara...ele e um dos homens mais inteligentes desse pais...ele tirou o pais da lama era so inflacao nesse pais e ele implantou o Real,ele enxugou o a maquina do poder publico,era muita regalia e pouco trabalho,...teve a humildade de assumir que so percebeu agora que o sistema estava errado e que o mundo esta errado,so ele pra levar esse assunto a nivel internacional
    reunindo presidentes pra discutir sobre o assunto na ONU...cada vez mais proximo!!!maconheiro nao eh bandido Legaliza Brasil

    ResponderExcluir
  13. Fala isso do FHC nao cara...ele e um dos homens mais inteligentes desse pais...ele tirou o pais da lama era so inflacao nesse pais e ele implantou o Real,ele enxugou o a maquina do poder publico,era muita regalia e pouco trabalho,...teve a humildade de assumir que so percebeu agora que o sistema estava errado e que o mundo esta errado,so ele pra levar esse assunto a nivel internacional
    reunindo presidentes pra discutir sobre o assunto na ONU...cada vez mais proximo!!!maconheiro nao eh bandido Legaliza Brasil
    (2)

    FHC foi foda, e o governo dele foi bom pra época em que estávamos inseridos.

    ResponderExcluir
  14. eh isso dai , ainda nao ganhamos a guerra mais ja ganhamo mais uma batalha :]~

    ResponderExcluir
  15. downdois inedito????

    ResponderExcluir
  16. Alei de portugal foi feita no Brasil em conjunto com o governo FHC porem ele nao teve coragem nem vontade de por a lei no BRASIL....

    FHC vendeu o BRASIL, VENDEU A VALE DO RIO DOCE, TUDO... e agora estamos pagando o preço por isso...

    FHC quer aproveitar do momento da GANJA para ganhar votos nao sejam burros... FHC nao é IGUAL A THC

    ResponderExcluir
  17. ele nem é candidato a nada¬¬

    ResponderExcluir
  18. ah que foda *O*
    quero ve esse tipo de coisa aqui em Porto Alegre

    ResponderExcluir
  19. Parabéns! O evento foi sensacional. Muito produtivo!

    ResponderExcluir
  20. O FHC É O ÚNICO QUENTE QUE SE SALVA NO PSDB. O único. E o cara fez até filme sobre a ganza. Aos 80 anos. É parceiro, sim, brotheres.

    ResponderExcluir
  21. FHC VAI SER CANDIDATO. O filme pra este momento foi muito bem pensado.

    FHC não tem o meu apoio para presidente novamente, mas o que ele está fazendo agora está favorecendo, pois como foi dito no documentário: "logo os políticos se sentirão obrigados a tomar uma posição. Podem até ser contra, mas terão de discutir isso".

    ESSE FILME TINHA QUE SER MAIS DIVULGADO!!

    ResponderExcluir
  22. odieiiiiiiiiiiiiiiiiii esse sati
    quem crio esse site deve da a bunda todo o santo dia
    tbom espero que ningem + siga esse site

    ResponderExcluir