domingo, 3 de julho de 2011

[Ed.#123] WeedNews: Histórica primeira Marcha da Maconha de São Paulo – No Rio, só uma Festinha!

por Marco Hollanda

 

São Paulo, 2 de julho de 2011. Quando a palavra maconha foi gritada pela primeira vez no vão do MASP, o sentimento expresso no rosto de alguns militantes lembrava um desejo reprimido nos últimos quatro anos. Isso porque pela primeira vez, desde 2008, os paulistanos realizaram uma verdadeira Marcha da Maconha pelas ruas da cidade. Com o respaldo do STF o debate sobre a legalização pode, enfim, ser expresso de forma política, artística e livre.

 

Na cidade das tribos a maconha conseguiu unir punks, rastas, playboys, políticos, ciclistas, professores e todo tipo gente em mais de 4 mil pessoas protestando na Avenida Paulista, Rua Augusta, Consolação, terminando na Praça Dom José Gaspar sem nenhum tipo de incidente. Depois do puxão de orelha dado pelo Ministro Celso de Mello, a polícia ainda assim mobilizou  mais de 150 homens apenas para abrir caminho pra Marcha passar.

 

Ras Geraldinho Marcha da Maconha SPAinda na concentração no vão do MASP a presença de uma pessoa chamou atenção. O Elder Ras Geraldinho estava lá para avisar que a luta pelo direito sagrado de usar a erva está longe de terminar. “Ao invadir a nossa igreja a polícia violentou todos membros e a Constituição brasileira. É uma instituição despreparada para o momento que a nossa democracia passa.”

 

Nas ruas da maior cidade do país foi possível ver uma marcha rica em cartazes, gritos de guerra e até as famosas marchinhas do Planta na Mente. Em breve publicaremos nosso tradicional vídeo com 4 minutos 20 segundos de cobertura, além depoimentos da galera que batalhou para fazer esta manifestação.

 

Neste domingo também aconteceu uma histórica Marcha da Maconha na cidade de Rio Branco, no Acre, mas infelizmente ainda não encontramos nenhum registro jornalístico sobre a manifestação. Se você esteve lá conte como foi enviando um relato para redacao@hempadao.com

 

No Rio de Janeiro, que já tinha marchado tranquilamente, rolou uma festa para comemorar a vitória da liberdade de expressão. Bem longe dos cinco mil que caminharam pela praia de Ipanema no mês de maio, o ato desde domingo contou apenas com 300 pessoas, que confraternizaram até o anoitecer no pico canábico mais famoso da cidade: o Coqueirão.

 

A decisão de realizar mais um ato na orla carioca dividiu os organizadores da Marcha da Maconha que, ao longo  da semana passada, debateram sobre a necessidade de marcar presença nas ruas levando em conta o risco de banalização do movimento. Passada a maratona de marchas é chegado o momento de estruturar a realização de ações que mantenham a chama da legalização da maconha acesa durante o ano.

21 comentários:

  1. Eu estive na marcha de Sampa, a galera ta de parabéns

    Legalizee





    "Neste domingo também aconteceu uma histórica Marcha da Maconha na cidade de Rio Branco, no Acre, mas infelizmente ainda não encontramos nenhum registro jornalístico sobre a manifestação. Se você esteve lá conte como foi enviando um relato para redacao@hempadao.com"


    -Se chegar algum relato da marcha de Rio Branco, saberemos se o Acre axiste realmente..


    Paz

    ResponderExcluir
  2. 1 °...
    Naum pode dexa o movimento cair galeraa!!!
    Vamo q vamo luta pelo direito do povo de fumar nossa erva q nos ajuda tanto,!!!Deus ja legalizou...vamos agora botar na nossa ''ridicula lei''...
    jah bless

    ResponderExcluir
  3. A MARCHA É PELA MACONHA
    A LUTA É PELA LIBERDADE!

    chapadoooooo

    ResponderExcluir
  4. ficoo feliz demaaais, so de ver as fotos da glr toda reunida, cartazes, camisas, em fim !
    iraaado ver as marchas crescendo cada vez mais no Brasil todo .
    tamos no caminho !
    aaah, e tem qe legalizar a marcha mesmo, regras estatais jamais podem flr mais altos que a nossa liberdade de expressão !!
    (8) Legalize ja ,Legaliza Já, uma erva natural não pode le prejudicar (8) .

    ResponderExcluir
  5. cultivo guerrilha!


    http://soundcloud.com/dubplay/monkey-jhayam-meets-dubplay

    ResponderExcluir
  6. maldade a piadinha com o Acre
    UAHUAHUAH

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkk a galera fumou demais e viajou nessa de Marcha no Acre....

    ResponderExcluir
  8. MÁXIMO RESPEITO AO RAS GERALDINHO! BIG UP AO USO CERIMONIAL!ESPIRITUAL !

    ResponderExcluir
  9. é isso ai, não pode deixar a marcha virar algo banal e a luta continua, lutamos pelos nossos direitos!
    legaliza brasil!
    paz!

    ResponderExcluir
  10. Eu estive na marcha do Rio, e estva muito bom, apesar de não ter tido tanta gente quanto a de sampa.
    trankuilão

    ResponderExcluir
  11. E Bh ??? Estive la nao teve nd.. Masi vlw ae RJ e SP..

    ResponderExcluir
  12. Marcha vira tema de redação em vestibular, universidade da um otimo exemplo.
    http://www.sejabixo.com.br/vestibular/mural2.asp?id=22533

    ResponderExcluir
  13. São Paulo, creio tr passado dos 6 mil participantes, e teve uma emissora preconceituosa que divulgugou 500 pessoas kkkkkkkk, nem prescisa citar o nome, só vou dar uma dica, o dono é pastor, e gosta muito de incentivar o trafico de drogas, mostrando reportagens da PM aprendendo maconha em biqueiras chulé, depois dizendo que assim que se erradica a droga no mundo, matando ou prendendo os vendedores de erva sagrada, eles chamam de drogas, alguém se habilita a descobrir qual é essa emissora??
    Outros digulgaram 1.000, outros 1.500, outros 3.000, mas o importante é que censura a parte, quem estava sabe que foi muiiitooooooo mais.
    Continuem assim, vamos juntar 12.000 na proxima.

    ResponderExcluir
  14. Realmente nao é pela conquista do stf que vamos deixar de tomar iniciativas pela legalizacao sendo que assim como os combustiveis nego vez mó pressao na banca sobre nao abastecer em postos da petrobras,correntes de conscientizacao e anfins, logo dps com uma pequena reducao no no preço do ectanol, as pessoas se contentaram com aquela misera reduçao de 18 Cents e calaram se as bocas, nao se ve mais manifestaçoes alguma quanto a isso, resultado, os preço da gasolina nas bombas esta cada vez mais alto de nvo... Citei esse ex para que vejamos com clareza o que pode acontecer com o nosso movimento se cruzarmos os braços e pararmos de lutar em pro do que queremos

    ***NAO DEIXEM O BECK GELAR***
    PUXA E PASSA NA RODA O/

    ResponderExcluir
  15. Bruno RasJahWise4 de julho de 2011 14:01

    Galera...
    Preservem o Natural tem que legalizar para plantar no próprio Quintal !!!
    Esta Marcha da Maconha que aconteceu no Sábado foi um tapa na cara Da Sociedade para abrirem seus olhos e ver que uma erva natural não prejudica ninguém...
    Quando a marcha passou na frente de um Fast Food...eu acho que era MacDonalds ou Habibbs em fim era um dos dois...tinha um monte de gente impressionado com o tanto de Usúarios Criativos marchando em Prol da Legalidade da Ganja...Muitos até aplaudiram foi uma grande Marcha que contou com a minha presença e a presença de muitos Rastas e outras culturas que estão nesta mesma causa de lutar pelo seu direito de plantar uma semente em casa e consagrar a fumaça para ter uma mente limpa e um coração puro...obrigado a todos que compareceram e até a Próxima se Deus quizer...pois a marcha sendo legalizada já é um grande passo para a Maconha também ser legalizada.
    Att.
    CANNABIS SATIVA EM MUITAS MENTES ATIVAS

    ResponderExcluir
  16. concordo,
    nao podemos realizar uma marcha todo mes com poucas pessoas, pode até banalizar a causa.
    devemos unir, planejar uma marcha geral mais pra frente com miliares de pessoas,
    eu penso assim. abraço

    ResponderExcluir
  17. Só agitar, estou em todas!!!!
    Viva a erva sagrada!!!!

    ResponderExcluir
  18. A gente pode fazer uma marcha simbolica como por exemplo, tal hora do dia colocaremos faixas verdes na janela, de preferencia as 18:00 para o comandante amilton filmar e os reporteres da emissora dos pastores do trafico, não poderem negar que existiu

    ResponderExcluir
  19. Essa idéia das marchas simbolicas é muito interessante, não tenho nenhuma sugestão no momento, vai quando tiver vou postar, tem gente que se encontra no metrô pra ficar sem calças, não é dificil agitar algo assim (usando calças é logico srsrs), coisas de momento, seria muito interinteressante, com certeza a cultura cannabica é maior que as pessoas que sentem vontade de tirar as calças no metro.

    ResponderExcluir
  20. O Acre existe!
    Aho!Participei da organização Rio Branco. Eu, infelizmente, larguei meu trampo no icmbio e voltei pra porto alegre antes do evento.
    Há um link "marcha da maconha no acre" no orkut. A data variou um pouco e parece que por fim ocorreu, com poucas pessoas, no dia 9.
    O habeas, anterior à decisão do stf, foi, com certeza, um fato histórico para a região e foi colocado por um morador de Rio Branco!
    Com certeza, Rio Branco é uma das cidades mais preconceituosas do Brasil! Já o Habeas, por si só, é um sucesso!

    ResponderExcluir