domingo, 24 de julho de 2011

A morte de Amy Winehouse e o despertar dos caretas! [WeedNews Ed. 126#]

por Marco Hollanda

 

Em todos os mundos e submundos da Internet a despedida de Amy Winehouse (1983 - 2011) vem sendo tratada como a crônica de uma morte anunciada, como se esse não fosse o destino de todo ser humano. A causa mortis da talentosa cantora britânica é atribuída ao exagerado uso de álcool e outras drogas, como se o primeiro fosse um problema menor. Mas quando o assunto era maconha, a própria Amy tratava de fazer uma separação.

 

 

Ainda em 2007 a cantora afirmou em entrevista a revista Rolling Stone que buscava na maconha uma forma de substituir o excesso nas bebidas. No mesmo ano ela chegou a ser detida na Noruega pela posse de 7 gramas da erva e só foi liberada após o pagamento de uma multa de 500 euros. Recentemente Amy deu outra entrevista dizendo que tinha parado de usar cocaína para “ficar só na maconha”.

 

As fotos pra lá de constrangedoras também faziam a festa da imprensa sensacionalista. Em 2008, o jornal inglês The Sun revelou o relato de uma suposta amiga de Amy dizendo que cantora “passou três dias bebendo vodca e uísque e consumindo ecstasy, remédio para cavalos e cocaína”. Mas apesar do frequente estado de drogadição pouco se sabe sobre o que ela realmente usava.

 

Em momentos com este a patrulha da caretice ganha força e espaço na mídia para alertar sobre os riscos do uso de drogas. Como é possível um psicólogo ir a um programa de televisão e fazer um julgamento do quadro clínico de Amy sem nunca ter tido um contato com ela? Mas no geral é sempre assim: abordam o problema de forma reducionista – desprezando aspectos pessoais da vida de cada usuário – como se houvesse uma fórmula mágica para o tratamento de qualquer tipo de dependência.

 

Amy se foi na fatídica idade dos 27 anos, alimentando ainda mais as teorias conspiratórias sobre sua morte precoce. E é fato que os astros finados com esta idade também faziam uso pesado de alteradores de consciência. Mas é melhor nem falar da importância que certas substâncias tiveram no processo criativo de Janis, Jimi, Jim e Kurt. Vão dizer por ai que o Hempadão faz apologia às drogas!

34 comentários:

  1. Na tv não falaram que ela fumava maconha. Eu nem sabia...Só disseram que ela abusava de álcool e drogas - como se álcool não fosse droga.

    ResponderExcluir
  2. Entre bons e maus olhos Amy foi Revolução para o soul music. quem entendia o que se passava na mente dela morreu, hoje nos basta usufruir do que ela nos deixou, a música. o maior tesouro que ela tinha.

    ResponderExcluir
  3. Pois é... Bora bota a culpa nas drogas e não na pessoa que escolheu usala.


    Mas ninguem pode falar que talento vem com ou sem drogas da mesma forma.

    ResponderExcluir
  4. ela devia ta cheia desse mundo controlador e doente.

    ResponderExcluir
  5. "Vão dizer por ai que o Hempadão faz apologia às drogas!"


    É mentiraaa, é mentiraaaa...

    ResponderExcluir
  6. que bom que esse lixo monstruoso morreu, pelo menos nao vamos precisar mais ver as fotos desse zumbi drogado quando ligar a TV

    ResponderExcluir
  7. eh se nao fosse as drogas ela ia ser soh mais uma dona de casa e ninguem ia conhece la..

    pena que nao ficou soh na maconha,, hj ia ta viva

    ResponderExcluir
  8. vejam este clip
    http://www.youtube.com/watch?v=w1evzhSast8

    ResponderExcluir
  9. anonimo, vc é bom filho da puta, vai toma no cu!

    ResponderExcluir
  10. ninguém lembra do Bradley Nowell vocal do sublime que também morreu aos 27 de overdose ):

    ResponderExcluir
  11. Mas Bradley Nowell morreu aos 28 anos.

    ResponderExcluir
  12. Sem Palavras AMY É FODA !

    ResponderExcluir
  13. Na real..lembrar desses putos Jim, Jimi e janis e Kurt, e deixar de fora o Brian Jones é uma merda mesmo!

    ResponderExcluir
  14. é mentira é mentira

    ResponderExcluir
  15. é mentira é mentira!!! HUAHUAHUA

    2x

    ResponderExcluir
  16. é mentira txuptxu, é mentira.... (3)

    kkkkkkk

    ResponderExcluir
  17. então swinga, swinga!!

    ResponderExcluir
  18. talvezsem as drogas ela não seria tão foda quanto ela foi.
    rehab um dos maiores sucessos dela é sobre as drogas e a reabilitação

    ResponderExcluir
  19. sepa ela nem curte fica loca emmm wirke vorka bala f e remédio pra cavalo uahuahuahuhaha puta que paril

    ResponderExcluir
  20. Brian jones tbm morreu aos 27

    ResponderExcluir
  21. eh mentiraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  22. Realmente, Brad morreu aos vinte e oito, overdose de heroína...dizem que ele começou a usar heroína por experiencia musical! devia ter ficado só na mj!

    ResponderExcluir
  23. ótimo texto! hahaha , não vamos nem falar da importancia das substancias {...}o que teem em comun tudos os astros que morreram aos 27 anos?eu já tinha percebido isso antes e já tinha lido algumas teorias antes, grandes gênios , com um grande dom ,capazes de influênciar uma geração de "futuros adultos" e abrindo a cabeça da galera contra o sistema!acho que uma pessoa que vive uma experiencia intensa com drogas como viveu a Amy e todos os outros , misturado com genialidade , criatividade , uma legião de fãs,dom músical e rebeldia , é a receita para criar uma arma anti-sistema , que claro , eles não gostam nem um poucoo , hahahah , mas tirando esse fato , vcs viram ? muito engraçado , todos morreram de maneira estranha e nada esclarecida!aushaushauhashua , abraço Hempadão de seu fiel leitorr!! hahaha
    Fábio

    ResponderExcluir
  24. E tirando o fato que 27 é um numero muito interessante pra !! misterioso

    ResponderExcluir
  25. os bons morrem jovens né.

    ResponderExcluir
  26. É por isso q a sociedade é descriminadora e preconceituosa com relação aos maconheiros, resolveram de uma hora pra outra se expressarem e ao invés de escreverem textos úteis se predem a besteiras como essa escritas logo acima e provavelmente abaixo tb por algum babaca sem argumentos plausíveis. Eu quero a regulamentação do uso da maconha e SE essa cantora morreu por overdose q sirva de exemplo para aqules q gostam de exagerar.

    ResponderExcluir
  27. vou dar uns dois agora fui.

    ResponderExcluir
  28. huahuahuha é mentira, tchu tchu, é mentira!!!

    ResponderExcluir
  29. A galera especula que os '27 anos' é uma idade maldita, acho que o que define se você vai morrer ou não com essa idade, não é porque você é fodão ou gênio e sim a vida que você leva.

    ResponderExcluir