terça-feira, 27 de setembro de 2011

General Boliviano vira Traficante e PM cobra "Pedágio" de Turistas do Rock in Rio!

[Chapa2 Ed.#135]
Nos últimos dias a imprensa divulgou dois casos que servem para ilustrar uma das mazelas da guerra às drogas: a corrupção de forças policiais e militares que são seduzidas pelas cifras do narcotráfico e ainda se aproveitam do poder da farda para extorquir usuários e pequenos mercadores de drogas.
 
O primeiro caso foi condenação de um ex-general boliviano encarregado de combater o narcotráfico que acabou se aliado a uma quadrilha de traficantes de cocaína. Curiosamente o julgamento de René Sanabria ocorreu em um tribunal da Flórida, nos Estados Unidos, onde ele recebeu uma pena de 14 anos de prisão e outro 5 em liberdade condicional.
 
A segunda história tem o Rio de Janeiro como cenário e poderia até ser pauta do bONG na próxima sexta-feira. Tudo começa quando uma caravana de três ônibus que saiu de Londrina para o Rock in Rio foi parada em uma blitz na Linha Vermelha (já em solo carioca).Ai a PM do Rio fez valer sua fama nacionalmente conhecida.
 
Segundo relato publicado no jornal O Diário todos os homens foram obrigados a descer dos ônibus para serem revistados. “Foi uma inspeção bem rigorosa. Durante a ação, eles falavam que era bom quem tivesse droga se entregar, pois se não seria pior”. Quando um dos passageiros cedeu ao jogo dos Tiras e apresentou uma pequena caixa com alguns cigarros de maconha a Guarda Negligente logo mostrou a cara: a "liberdade" dos 120 passageiros custaria 5 mil reais.
 
"Eles diziam que se não pagassem a gente poderia esquecer o evento, pois todos seriam levados para a delegacia para realizar uma revista minuciosa no ônibus e não daria tempo de ver os shows”, contou um passageiro. Depois de duas horas de negociação os tiras com a farda suja pela corrupção aceitam cerca de 1900 reais arrecadados apenas no ônibus onde estava o passageiro que apresentou a maconha.
 
Feito isso a caravana seguiu viagem e todos conseguiram chegar a Cidade do Rock a tempo de ver os shows da noite.

25 comentários:

  1. Governantes e ex-governantes favoráveis à legalização. No mundo inteiro a voz corrente é de que a proibição não resolve nada, pelo contrário.

    A pergunta é: que hora que legaliza?

    ResponderExcluir
  2. A maior receita do crime organizado é oriunda de venda de contrabando (produtos piratas). A ironia: sociedade que acusa usuários de 'financiarem o crime' tem telhado de vidro.

    O lucro com contrabando é ainda maior que o da venda de bagulho. Claro, público consumidor é maior e variedade de produtos também é muito maior.

    Sociedade proibiciopata, vc que compra produto pirata e coloca dedo na cara de maconheiro, além de ser suja falando do mal lavado, é incoerente. E, mais que ninguem, financia o crime organizado.

    Recente pesquisa: 74 milhões de brasileiros compram contrabando.

    Sujos falando do roto, sujo falando do roto, sujo falando....eu te disse, eu te disse, eu te disse

    ResponderExcluir
  3. a policia militar no rio de janeiot é sem duvida alguma a pior do brasil e falo isso por experiencia propria passada nessa cidade nao vista em filme, pareçe que existe um sentimento entre os pms de aproveitar o maximo que conseguirem de qualquer situação

    ResponderExcluir
  4. Legalizarão na hora que os brasileiros pararem de votar em picaretas para deputado e senador. Não vote no aliado/candidato do padre/pastor. Eles não tem luz e deixarão as trevas se perpetuarem. Um dia será proibido líder religioso ser candidato a cargo público.
    Para mudar esta situação participe da marcha da macô em sua cidade ou próximo a ela. Lembre-se de divulgar a marcha para os amigos. Precisamos ser vistos pelos caretas que acham que existem poucos maconheiros no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Coisa linda esse meu país!

    ResponderExcluir
  6. "...um sentimento entre os pms de aproveitar o maximo que conseguirem de qualquer situação..."

    Carioca 'esperto', brasileiro 'feliz'. Leia-se falta de caráter.

    ResponderExcluir
  7. na boa essa galera do onibus deu bobeira em duas partes: em dar na cara com a maconha e depois dar 1900 reais para os policiais. fumo maconha no rio a anos e já rodei inumeras vezes, atualmente me sinto expert nesse assunto a ponto de rodar e nao ter q dar nada para os canas. explico pq, eles primeiramente fazem teatrinho, dizendo q ilegal, q odeiam e blá blá blá, só que na realidades eles estão cagando para maconha eles querem só o dinheiro! a receita é, nunca falar com o zé merdinha q é o soldado ou cabo... primeiramente se dirigir somente para o mais graduado do time dos porcos, segundo não mostrar medo (qualquer gaguejado ou semblante de medo eles percebem, acredite, isso é leitura corporal e quem vive na correria do rio sabe do q eu estou falando!), segundo, não mostrar q é apenas um garoto falando (não meter na historia papos sobre legalização, holanda e etc.)
    a real é a seguinte: é proibido e ponto final, foda-se sei se tá perto de ser legalizado, fale com eles na boa, sem rancor, medo ou deboche... eles vão tentar de todas as maneitras provocar, xingar, dizer q vai te matar, levar para cadeia, meter a porrada e etc... tudo balela (por dentro eles estão rindo pra caraleo)... se vc não estiver na porta da favela ou não estiveram com outras drogas pesadas eles não são malucos de botarem a mão em vc (até pq eles sabem q maconheiro não é vacilão). continue a conversa com eles na boa, solte uma piadinha, faça elogios indiretos, quando eles te chamarem de maconheiro sorria e leve na brincadeira... no final e capaz de estar geral rindo e o valor da propina vai baixar drasticamente... ainda mais se geral entrar no clima e falar q todo mundo é pobre e etc... outra coisa eles não vao levar ninguem para delegacia pq eles querem continuar nas ruas para extorquir outras pessoas, delegacia leva tempo e burocracia total... imagina chegar um onibus na delegacia lotado de gente? vai levar exporro do delegado!

    ResponderExcluir
  8. vergonhera do krl, porra a policia é mais suja q os trafika fato.

    ResponderExcluir
  9. porcos fardados seus dias estão contados!

    paz para meu povo _\|/_

    ResponderExcluir
  10. como diz o ditado. tudo que vai volta .
    a hora deles vai chegar!

    ResponderExcluir
  11. Eu não assinei contrato com essa polícia porca que está nas ruas. Quero meu dinheiro dos impostos de volta.

    Na minha vida mando eu, lei é caralho.

    Meu código tem uma lei somente: respeito ao próximo. No mais é lenga-lenga de burrocratas em geral, da galera que ganha com a indústria da confusão jurídica.

    ResponderExcluir
  12. é o sistema mostrando a cara denovo....é foda...

    ResponderExcluir
  13. o foda foi o mano que rodou com o beque ter que se entender com o resto do onibus

    ResponderExcluir
  14. o foda foi o mano que rodou com o beque ter que se entender com o resto do onibus (2)
    a unica vez que fui ao RJ trambém tomei sacode dos porcos

    ResponderExcluir
  15. Praque o delinquente foi dizer que tinha maconha?? tsk tsk

    ResponderExcluir
  16. Não é a toa que policial é chamado de PORCO.

    ResponderExcluir
  17. caralho, que filhas da puta mané...

    ResponderExcluir
  18. sempre tem os ramelao pra se entregar pra policia

    ResponderExcluir
  19. q absurdo!!!!!!!!!é o brasil minha gente!! que pedágio vergonhoso!!

    ResponderExcluir
  20. que nada rapaz isso é no brasil inteiro...
    aki em PERNAMBUCO já fui roubado por policial..

    pq eu tava com um fininho.. ele levou meu celular! kkkkkkkkkkkk

    é revoltante..

    pois é.. mais e ai.. se ele levasse todo mundo mesmo pra delegacia.. sera que ele estava errado?!!?!? AFINAL é o trabalho dele!!!

    ser canabista aki no brasil realmente é complicado!

    ResponderExcluir