quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Você é Maconheiro? [Adão e Erva 134#] Não precisa ser um!

Adão é brasileiro. Macumbeiro. Maconheiro. Sonha dar volta no mundo inteiro e trazer consigo só sentimento verdadeiro. Mas o mundo, ah o mundo, vagabundo em volta escolta tua vida. O preconceito é um casaco – mofado, molhado, com baba e mancha de laranjada – que o sujeito veste  para ir ao baile dançarolar com a hipocrisia. A perseguição simbólica do termo é cruel, Adão avança sobre essa história trazendo a cultura da maconha pro papel.

 

No brasil maconha só tem esse nome. Cannabis é universal, latim, científico. Existem vários apelidos, mas o verdadeiro… é o que origina também o termo maconheiro. Soa pesado? Tem careta que enche a boca e fala como ofensa – o que comprova a existência e sobrevida de um preconceito datado, porque toda roupa velha tem um fim. Essa jaqueta do tio Sam é pesada, com bolso interno para armamento pesado, em plena atividade matando gente por aí. O maconheiro é um alvo – o traficante é a meta.

 

Mas no jogo que ordena o mundo, o simbolismo é a meca. A lei governa a tropa que tropeça igual pateta na própria ordem interna. Enquanto o símbolo, o peso do mal da MACONHA, do MACONHEIRO, fiscaliza o ser que carbura até no silêncio escuro do seu próprio quarto – dentro da consciência, na mente de todos, não por coincidência.

 

Quem por ventura duvida, prova. Mas eu não aconselho. Não precisa ser um maconheiro para entender o que quero dizer. Não é sobre onda, é sobre significados. Pensamos através de palavras mas palavras tem sentidos moldados por contextos e culturas. E aqui, cara pálida, a invenção e exploração da palavra foi univalente durante décadas a fio. Maconha na televisão tem todo dia – criminalizada. Maconheiro é vergonha para a família que se diverte e janta vendo a novela.

 

Naquela de que… droga, como o nome já diz, é uma droga, quantos não se foram tomando os remédios da drogaria? A mãe chora pelo mal que ela não sabe se faz. O pai fica puto com o filho vagabundo que ele acha que tem. Condenam o filho como maconheiro sem nem sequer dar a chance de saber se ele é ou não um maconheiro de fato.

 

O que é um maconheiro de fato? Alguém que não tem vergonha de ser chamado de maconheiro. Que não aconselha maconha a ninguém, somente em casos estritos muitos peculiares de uso medicinal. E, invariavelmente, que fuma um sozinho, bolando seu próprio baseado. Muitos maconheiros param de fumar maconha, só que – ao contrário do preconceito – a cultura renegada da cannabis veste um colete de cânhamo que tá na moda. E mesmo se não fumam, todo mundo pode vestir essa peça feita de maconha.

 

O jogo vai virar é agora. Vamos limpar o significado pejorativo que deram a maconha. Por isso a multidão sai às ruas e grita: sou maconheiro com muito orgulho e com muito amor – sai nos jornais, na tv! Ser maconheiro é ir na Marcha da Maconha e no dia que todo maconheiro for, aí, meu amigo, se prepara. Nunca mais um maconheiro ia tomar tapa na cara. Se legalizaria? Adão crê que sim e acende velas pra Santa Maria.

45 comentários:

  1. três palavras: foda. pra. caralho. :elfo

    ResponderExcluir
  2. Os texos do Adão são bons d+, velho.

    Nesse trecho não precisava de mais nada: "...A mãe chora pelo mal que ela não sabe se faz. O pai fica puto com o filho vagabundo que ele acha que tem. Condem o filho como maconheiro sem nem sequer dar a chance de saber se ele é ou não um maconheiro, de fato." PQP!!! Que lindo!

    Ass.: Um apreciador da Santa Maria, vulgo maconheiro.

    ResponderExcluir
  3. Muito boa essa matéria, infelizmente na pratica é complicado, muitos maconheiros são menores de idade, muitos deles ... ". O pai fica puto com o filho vagabundo que ele acha que tem. Condem o filho como maconheiro sem nem sequer dar a chance de saber se ele é ou não um maconheiro, de fato."

    Creio que a próxima geração de maconheiros, virão com mais disposição e mudarão a visão e o contexto da cannabis sativa, não importa sua geração, gere uma reação.

    ResponderExcluir
  4. Eu fumo maconha desde meus 14 anos -hoje tenho 52 e costumo dizer que 1 por dia dá saúde e alegria*, hehehe- mas tenho problemas com o termo 'maconheiro' pela analogia costumeiramente associada àquele que fuma seu beck indiscriminadamente sem se importar se, em determinados momentos, seu rendimento (profissional, acadêmico, social) será afetado por esta prática. No emu entendimento, seria como dizer que todos que tomam cachaça são 'cachaceiros'.
    Acho que já afirmei isto aqui mas não custa repetir: sou profissionalmente bem posicionado, referência no segmento em que atuo e nunca escondi de ninguém -clientes, parentes e colegas- meu aprêço pelo 'pretinho básico'. No entanto, devo dizer que já fui obrigado a demitir alguns funcionários que estavam constantemente 'enfumaçados', apresentando uma queda de produção incompatível com a normalidade. Como diria o grande Bezerra: '...pra fazer a cabeça tem hora' e muitos não respeitam esse limite. E muito do preconceito vem disso. Por isso, galera, mais responsabilidade é fundamental para que o preconceito recrudeça. Acho que eu faço a minha parte, e você?
    []ões

    *não precisa ser tão rígido mas viver chapado o tempo inteiro não dá, né?

    ResponderExcluir
  5. sabedoria de Adão!

    Dhauron

    ResponderExcluir
  6. Edson... vc disse tudo, meu irmão!
    Até mais que o texto!

    ResponderExcluir
  7. Podem cráin, bróderes, vênias máximas a todos os maconheiros e maconheiras presentes, bem como a todos os não-maconheiros e não-maconheiras presentes, popularmente conhecidos como caretas. Permitam dar um 2 e abordar o siguirálson, podem fláin: tudo é e-du-ca-ti-on, ou seja, tudo é educação. Talvez seja até mesmo possível a existência de maconheiros muito mais chatos e insuportavelmente mal-educados do que caretas chatos e insuportavelmente mal-educados no universo real... Por isso, brós, são necessários investimentos insumidos em educação, eternos e sem fim mesmo, a fim de libertar a todos, maconheiros e não-maconheiros, acabando com a perseguição e com o genocídio real contra maconheiros brasileiros.
    Minha opinion, bróderes.

    ResponderExcluir
  8. Texto ótimo, e excelente o comentário do Edson. Totalmente apropriado.

    ResponderExcluir
  9. Texto muito bem escrito, prazeroso de ler...!!!

    E o comentário do Edson é perfeito. Não tem como fazer algo chapado.

    Fuma quando pode, pois a Santa Maria te deixa sequelado.

    Mais "responsa" para os maconheiros. E seguimos na luta pela regulamentação.

    ResponderExcluir
  10. Posso cair, me levanto e sigo em frente cumpadi...

    Ninguém rouba minha alma!

    Eu sei bem, quebro a corrente e onde passo planto minha semente...

    ResponderExcluir
  11. PQP esse texto ta foda DEMAIS! PARABENS HEMPADAO!

    ResponderExcluir
  12. PQP esse texto ta foda DEMAIS! PARABENS HEMPADAO! (2)

    ResponderExcluir
  13. EITAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
    TAVA CHAPADO NA HORA QUE CRIOU ISSAEW!

    ResponderExcluir
  14. Se legalizar, o Estado vai tirar MUITO dinheiro dos traficantes. Ai pergunto: vcs acham que os traficantes tem poder? Então, vcs acham que vão deixar legalizar?
    Sou pela regulamentação do uso da sagrada Cannabis, mas sei das dificuldades. Então desejo, ao menos, poder plantar. Discriminalização, jáh!!!

    ResponderExcluir
  15. Mais tarde vou acender minha vela pra Santa Maria também.

    ResponderExcluir
  16. Mais Uma Pedrada Na sociedade Esse Texto Muito bem feito Parabáns ( Ta na Hora Da Revolução 4:20).

    ResponderExcluir
  17. Acenderemos nossas Velas! _\|/_

    ResponderExcluir
  18. FODA DEMAIS...! MANDARAM MUUUITO BEM...! HEMPADÃO SEMPRE F-O-D-A !

    ResponderExcluir
  19. fino... fino... fino... Tiro o chapéu pelas palavras ditas!

    ResponderExcluir
  20. texto fantástico haha !

    ResponderExcluir
  21. Muito bom seu comentário, Edson!!! Tem gente que bebe e não sabe o limite p/ parar, seja por doença ou por ser sem noção mesmo; acha graça em ficar bêbado, não vai em festas que não sirvam bebida alcoólica.Tem gente que bebe tranquilão, sem causar problemas. O mesmo eu acredito que aconteça com a maconha. Complicado quando se trata de pessoas que não conhecem os seus limites e os dos outros.
    Esperamos por dias mais tranquilos.

    ResponderExcluir
  22. Muito bom, preconceito é o que a mídia e o governo faz, tentando impor opiniões e enchendo a cabeça da população de mentiras e sempre dizendo que 'está tudo sob controle'!

    Isso tem que mudar, o texto está ótimo, parabéns!

    ResponderExcluir
  23. Na minha opinião, o cânhamo pode ser responsável por grande parte da legalização da maconha, quando esta ocorrer. E eu acredito que esteja muito próximo de isso acontecer.

    ResponderExcluir
  24. Muito bom saber que meu comentário foi tão bem acolhido por aqui. Melhor ainda saber que muitos pensam como eu e usam a Santa Erva com propriedade. Tenho convicção de que só assim seus benefícios, que não são poucos como várias matérias do Hempada já expuseram, podem ser apreciados em toda sua plenitude. Afinal, o veneno está na dose.

    ResponderExcluir
  25. Bah mano!
    Essa expressão de origem Aristotélica, de que o "veneno esta na dose" é bem apropriada a fascistas e tipinhos autoritários em geral. Afirmando tal besteira, você também esta aceitando que haja uma dose apropriada para coisas nefastas como a violência e o preconceito!
    E que papinho furado capitalista é esse de "sou profissionalmente bem posicionado, referência no segmento em que atuo" usado como argumento de que você é usuário de maconha mas nem por isso deixa de ser responsável e trabalhador, portanto, merecedor de sua posição. Você ainda acredita que a prosperidade vem do merecimento?

    So sorry!

    ResponderExcluir
  26. Ao Anônimo acima, aceita brother. Cada um tem consciência do mundo em que vive, e o ponto de vista do cara parece ser bem aceito entre muitos. Julgar dará oportunidade de ser julgado sobre o seu ponto de vista.

    De resto, ótimo texto hein. Still smoking.

    ResponderExcluir
  27. Bah, Anônimo, desculpe-me se não soou bem aos seus ouvidos saber que existem pessoas que fazem uso consciente do bom e velho 'pretinho'. Outro ponto interessante a ser destacado em seu comentário é a analogia de um pensamento de Theophrastus Bompart com 'violência e preconceito'. Não sei o que andas tomando mas acho que precisas parar urgentemente, ou aumentar a dose, sei lá.
    Meu inocente comentário teve como único objetivo trazer o testemunho de alguém que, muito provavelmente, tem idade para ser seu pai e que, ao contrário do que vc imagina, não 'prosperou' do nada. Sou formado em Desenho Industrial pela UFRJ, músico com 4 anos de Conservatório nas costas, tomei muita porrada ainda adolescente em passeatas estudantis, derrubei um Presidente, estive esta semana na passeata contra a corrupção e 'ralo' desde os 15 anos; no entanto, para 'prosperar' tive que optar por outra atividade e me tornei respeitado nesta atividade sem precisar me esconder. E sim, acredito que a prosperidade venha sempre do merecimento, a riqueza nem sempre. E antes que vc me pergunte: não, não sou rico; apenas, classe média. E classe média bem média, mesmo!
    E ao menos não me escondo sob a alcunha de 'Anônimo' para ofender alguém. Meu nome verdadeiro está bem aí em cima. Já o meu rosto, se lhe interessar, basta aparecer em meu blog para conhecê-lo. Mas limpe o sapato no capacho antes de entrar, ok?
    Vai na paz e veja se segura essa sua rebeldia 'sem calça'.
    E como sempre digo: VAMU FAZÊ FUMAÇA QUE JÁ TÁ NA HORA!!!
    []ões

    ResponderExcluir
  28. Fernanda Pekena gigante22 de setembro de 2011 21:20

    Muito bom, a revolução cultural tem que começar!

    ResponderExcluir
  29. Rafakayaman SALVADOR22 de setembro de 2011 21:55

    Parabéns Autor do texto e comentarista Edson, é isso ai, tenho apenas 19 anos e ainda estou amadurecendo minha ideia sobre a Ganja e a cada dia percebo que ela pode nos prejudicar se não for utilizada da maneira que possamos respeitar nossos limites... Eu queria que tivesse pessoas como vcs no meu dia-a-dia para me dar melhores conselhos do que os conselhos de repressão que ouço em casa, onde os meus limites que eu conheço, não são respeitados... Depois que comecei a fumar maconha, mudei minha visão e sou um cara muito melhor que antes, só estou um pouco sequelado, sendo que acho isso psicológico, pois de tanto o pessoal dizer que sou sequelado, esqueço que antes de fumar sempre fui assim, desligado do mundo mas ligado na vida! ;D

    ResponderExcluir
  30. O negócio é o siguiráldon, galera, vamos recitar aí um graaaaanda maconheiraço geral, pai da filosofia moderna, o matemático Renée Descartes, que disse no seu 'Discurso do Método':
    'AQUELES MACONHEIROS QUE SE PROPÕEM A DAR CONSELHOS DEVEM SE CONSIDERAR MACONHEIROS MAIS HÁBEIS DO QUE AQUELES MACONHEIROS QUE OS RECEBEM, MOTIVO PELO QUAL SÃO MACONHEIROS QUE SE SUJEITAM A SER CENSURADOS QUANDO SE ENGANAM, AINDA QUE EM QUESTÕES IRRELEVANTES...'
    Logo, o negócio é dar um 2 e ficar fróide, podem cráin, e permanecer todo mundo junto até a regulamentação final.
    braco geráldon.

    ResponderExcluir
  31. se 30% dos maconheiros forem nas marchas A COBRA VAI FUMAR!

    ResponderExcluir
  32. SEM A PLANTA NAO DA MAIS!

    ResponderExcluir
  33. De São Paulo to dentro sempre, e as emissora como a do Bispo, dirão que era um grupo de 500 pessoas, mas que estava lá sabe que eram algumas mil.
    "eu sou maconheiro com muito orgulho, com muito amor"
    Bonito ver isso um grande movimento popular espontaneo e não organizado, os proibicionistazinhos tão ficando doidos.

    ResponderExcluir
  34. Tamo juntos!
    Jah bless!!!
    Paz...
    Floyds.

    ResponderExcluir
  35. lágrimas viris quase rolaram de meus olhos
    na paz de jahhh

    ResponderExcluir
  36. Fiquei arrepiado! So tenho a isso pra falar. Adão falou tudoo!

    ResponderExcluir
  37. Cacaraaaaaaaaaaa mano...que texto animal
    Eu falo de boca cheia que sou maconheiro, com orgulho e com amor...porém exatamente HOJE decidi dar um tempo...fumo desde os 14...diariamente desde os 20 (mais ou menos) só que decidi ficar 1 mês sem fumar...pra provar pra mim mesmo que sou capaz...provar que sou eu quem a domino, e não o contrário...nesse exato momento amigos acendem um beck atras de mim...hahahah..é foda segurar a vontade...mas como eu disse...é pra eu provar a mim mesmo!...

    ResponderExcluir