quinta-feira, 13 de outubro de 2011

#CulturaMilenar – Porque nunca tem Maconha no Twitter? [Adão e Erva #137]

Passarinho azul só nos filmes de Walt Disney, porque Adão não usa nem tem vontade de usar o tal Twitter. Só que hoje ele resolveu acompanhar o trabalho da mídia social. Achou sacal. Surreal. Foi difícil calar o velho. Criticou até não poder mais. E disse que ia mesmo escrever sobre isso. O homem milenar datado dos tempos da erva ficou pasmo com os tais trends, os assuntos do momento, que fica todo mundo comentando: Quem é David Guetta? A notícia da morte dele é falsa, dizem. Renato Aragão assaltado, parece piada. E sempre bla bla bla.

 

Ele fez uma pergunta que deu um toque cirúrgico ao tema: quando foi a última vez que teve algum assunto do momento sobre maconha? … … … foi a época do FHC no Fantástico, que aí também foi fantástico: dois dias inteiros de maconha no twitter! Mas… depois de lá? Ou antes disso? E aí todos os vizinhos começaram a ouvir o ataque do chapAdão bolado: Cadê Hempadão? Cadê Growroom? @SouMaconheiro? Cone? D2? Cadê a militância brasileira?

 

 

Cadê os maconheiros do twitter que não conseguem fazer dessa ferramenta algo de militância? Cadê a nossa HASHtag? Cadê a nossa Hashtag? Cadê a nossa HASHtag? Gritou Adão até o porteiro interfonar pedindo silêncio, o que possibilitou Adão explicar o significado de hash, etimologicamente e no coloquial. Enquanto esticava as cobrinhas, convencia o porteiro do absurdo que é a gente náo conseguir colocar hashtags pelo menos uma vez por semana.

 

Cadê a genialidade desse portal? Cadê a criatividade dos editores? Onde se escondeu a máquina imaginária desses leitores?? Galera, será é melhor relevar? Será que ele pirou? Ou nós é que estamos dando bandeira nesse lance? Quantos milhares ou milhões de RTs não precisamos ter para chegar lá? Será que temos? Será que gozamos de mobilização suficiente?

 

Mas e se não chegar lá, será que a tentativa já não vale a mais a pena do que usar o passarinho azul só para compartilhar das baboseiras do dia a dia? Na contrapartida, para ele parar de reclamar do mundo por causa do twitter, perguntei a Adão que hashtag ele iria sugerir, caso fizéssemos um movimento para tentar chamar atenção sobre o universo da ganja. De bate pronto ele respondeu: #CulturaMilenar

 

Que tal marolar isso hoje? O Hempadão prometeu dar RT nos mais criativos tópicos que tiverem a HASHtag #CulturaMilenar

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. To apredendo a mexer mais nessas ferramentas, criei um facebook meio queeeee, informativo, com todas as informações que eu mesmo goostaria de ler, diponibilizarei um momento cannabico, indicando assuntos cannabicos entre outros, quem quiser adicionar está convidado. Tenho um twitter de muito tempo, vou transforma-lo em algo mais cannabico.
    Sou mais que leitor do hempadão sou assinte kkkkkk

    http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100000907081550

    Boa noite a todos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Vamo ae subi essa tag rapazeada, representa o movimento #CulturaMilenar

    ResponderExcluir
  4. curti a idéia, sá parada ai adão, vo postar tb !

    ResponderExcluir
  5. VAAAAAAAAAAAAAAAMO, LEGALIZA BRASIL QUE VIRA O PARAISO

    ResponderExcluir
  6. Lanchei essa ##CulturaMilenar e #CulturaMilenar dá-lhe hemp adão, curti a ideia.
    Vamos deixar esse tuuiddeeerrr (como diria o narrador do panico, mais cannabico)

    ResponderExcluir