quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

As aventuras de Tales na terra da Cannabis Medicinal! [Hemportagem 154#]

por Tales Henrique Coelho
Depois de muito tempo só me dirigindo aos leitores do Hempadão através das ondas sonoras do Hempacast, eu volto à escrita para relatar minhas aventuras com a Cannabis Medicinal na Califórnia, onde estive nos últimos 20 dias. Este vai ser um relato dividido em três partes, onde vou contar minhas experiências e tirar algumas conclusões sobre o que acredito que podemos aprender ao conhecer esta legalização diferente que transformou a Califórnia na nova Amsterdan..

Como todo maconheiro que se preze, assim que cheguei em Los Angeles comecei a procurar uma maneira de entrar em uma das farmácias, que estão são restritas aos californianos com receita médica, pelo menos na teoria. Depois de conseguir encontrar um amigo, o problema foi resolvido e nos dirigimos a um dos diversos “Cares” de LA.

Com uma rápida comunicação pelo interfone, entramos numa sala não muito grande e nem muito pequena, onde o cheiro de um fumo inacreditável tomava conta do ar. Em cima da mesa, quatro potes com variedades diferentes de cannabis nunca antes vistas por este que vos escreve. Eram fumos verde-claros com variações de laranja e vermelho, cheiro adocicado e potência indescritível, como pude comprovar logo após utilizar o gigantesco bong que fica na loja à disposição de quem quiser usar o produto ali mesmo.

Depois de analisar optei por comprar uma onça de uma maconha que não me lembro agora o nome exato pelo salgado preço de 55 dólares, que acabou valendo muito a pena. Durante o tempo que fiquei na loja entraram mais três pacientes, que apesar de mal encarados aguardaram calmamente enquanto o brasileiro deslumbrado tentava organizar idéias e se comunicar emocionado em inglês com o responsável pelo digníssimo comércio, que foi muito gentil e me deu uma carteirinha para voltar ao estabelecimento mesmo não tendo uma receita nem estando acompanhado de alguém que tenha.

O que mais impressionou não foi a facilidade e a organização do estabelecimento, apenas um dos milhares espalhados por toda a cidade. A surpresa mesmo foi a qualidade do fumo. Apesar de fumar há bastante tempo de todas as maconhas – das ruins às ótimas, inclusive plantadas em casa – que rolam no Brasil, nunca tinha visto nada parecido. Impossível fumar um baseado inteiro sozinho.

Cada bomba apertada era apagada e acendida pelo menos três vezes quando eu era o único fumando. A coisa é realmente muito forte. Durante todos os 20 dias que fiquei por lá não precisei mais comprar maconha, até porque todo mundo tinha um baseado para apresentar...

É curioso destacar que entramos nesta farmácia com a carteira deste meu amigo, que tem apenas 20 anos, e pelas leis americanas é menor de idade. Depois de sairmos de lá fomos comprar umas cervejas, e aí foi a minha carteira de identidade que entrou em ação para podermos molhar a palavra depois da secura aguda que dominou a boca. Então se você tem entre 18 e 21 anos na Califórnia, só pode fumar maconha, nada de cerveja! 

Amanhã falo da minha visita à famosa HollyWeed, não percam!!

17 comentários:

  1. não tiro nenhuma foto das madeira? nem um video nada so o texto ja imagino

    ResponderExcluir
  2. Nossa Meu sonhoo eh ir na california!! ou amsterdan fumar as melhores cannabis do mundoo!! *-* Hempadao podia sortia uma viajem assim neh kkkkk

    ResponderExcluir
  3. "O que mais impressionou não foi a facilidade e a organização do estabelecimento"

    não me pareceu tão organizado assim...

    ResponderExcluir
  4. Porra o responsavel pelo comércio te dá um arrego desses e tu divulga a farmácia dele desse jeito.
    Tira o nome da farmacia do post ,pra não queimar quem te deu uma força.

    ResponderExcluir
  5. Pode crer...tem puliça vendo esse blog...tira o nome dos caras dai...eu já anotei!

    ResponderExcluir
  6. Estamos tão acostumados com a burocracia que quando a parada é tranquila tem neguinho q bota defeito.

    ResponderExcluir
  7. uma onça = 27,8 g = 55 dolares? Acho que fizeste confusao meu querido Tales.

    ResponderExcluir
  8. Prezado amigo Tales, sei que estamos em busca do mesmo ideal e por isso vou ter a tranquilidade de pedir a você que encaminhasse seu e-mail, facebook ou qualquer coisa do tipo para que pudessemos conversar a respeito das "cares". Seria muito importante pra mim, vez que estou indo para preciosa Califa, pela primeira vez, neste mês e precisava de algumas boas idéias.

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkkkkkkkk aproveita e passa em miami a sagrada terra das ondas, (brizaaado)

    ResponderExcluir
  10. Ae maluco parabens pela materia e pelo role, mandou muito!!
    Mas agora a pergunta cade o hempacast porra???? Estamos esperando...
    Paz

    ResponderExcluir
  11. HempaCast tá vindo, quarta que vem tem!!!


    Quem quiser falar comigo eh só mandar o email pra hempacast@gmail.com

    Realmente fiz confusão com as onças aí!! Quem dera fosse 55 dolares 27g!! uahsuhaushaush

    ResponderExcluir
  12. que isso, chega salivei aqui kkk

    ResponderExcluir
  13. Essas maravilhosas ervas se comparam ao nosso haxixe?

    ResponderExcluir
  14. eee manee...tb to aqui nos states, vou pra califa em abril e, realmente, e impossivel fumar um baseado todo sozinho...parada mttt boa !

    ResponderExcluir