terça-feira, 19 de junho de 2012

Dicas básicas de cultivo – Luz, Ar, Água, Solo e Sementes! [Cultivo Vital Ed. #173

por Sergio Vidal*

Essa semana vou responder uma mensagem de um leitor que infelizmente não mandou fotos. Ele está no início do cultivo e tem algumas dúvidas básicas, o que nos ajudará a discutir algumas questões importantes introdutórias:

“mano to fazendo certinho como manda o livro só q com semente de prenssado estou com uns 30 bebes, a maioria ja nasceu o 2º par de folhas algumas até ja estao um pouco largas... estou com uma luz de vapor de sódio ligada 16 hs por dia... rego com o esburrifador, de manha cedo e se caso o solo estiver mto seco eu rego novamente mais tarde a maioria das plantas fica a 40cm da luz e outra parte fica a uns 100cm, as mais próximas da luz estao em sementeiras, as mais longe estao em vasos grandes com 5kg de terra vegetal.

tens algum conselho???
por favor!!!
gosto muito das minhas criancinhas...”





Seria importante saber alguns detalhes a respeito de como está construída a estufa. Você está usando uma lâmpada de vapor de sódio, mas não disse de quantos watts. Lâmpadas de sódio, chamdas HPS, são muito eficientes e produzem uma grande quantidade de energia luminosa por watt consumido. Elas são indicadas especialmente para floração, mas muitos cultivadores usam com sucesso ela para a fase vegetativa também e, de fato, elas servem muito bem, ainda que o ideal fossem lâmpadas de vapor metálico, HQI. 16Hs de luz por dia é o suficiente para que as plantas vegetem com saúde e se desenvolvam bem.





 



 



O inconveniente das lâmpadas HPS e HQI é que esquentam muito. Se você está conseguindo equacionar o calor gerado pela lâmpada, ótimo. Se não, as plantas podem até não ter muito problema durante o vegetativo, mas certamente as flores não se desenvolverão tão bem quanto se estivessem em temperatura mais baixa. Quando faz muito calor no ambiente de cultivo as plantas gastam quase toda sua energia no processo de transpiração, tentando manter a temperatura interna do vegetal constante, com isso garantir sua sobrevivência. Isso faz com que ela pare seu desenvolvimento até que a temperatura volte a ser adequada.



 



Além do controle de temperatura, é importante também que o cultivador garanta que a estufa tenha constante fluxo de ar fresco. O ar da estufa deve ser renovado muitas vezes por hora, para que as plantas possam sempre respirar um ambiente rico em dióxido de carbono. Plantas que vivem em ambientes com pouca circulação de ar vivem sufocadas e mantém seu metabolismo o mais lento possível, retardando ou parando seu desenvolvimento.



 



Se o fator circulação de ar e temperaturas estão bem controlados, certamente uma lâmpada HPS é o suficiente para você vegetar bem essas plantas. Com relação à distância que as plantas devem ficar da lâmpada, isso depende da temperatura. Se você usa ar condicionado as plantas quase poderão tocar as lâmpadas, a depender de como estiver seu jardim. Porém, a medida correta pode ser encontrada de forma muito fácil para todos. Basta colocar a própria mão à distância que queremos deixar a planta da lâmpada e aguardar por 3 a 5 minutos. Se nós não nos incomodarmos com a temperatura que está atingindo nossa mão, então as plantas também não se incomodarão. Se a distância estiver muito próximo e sentirmos queimar na mão, então é melhor escolher uma posição mais distante da lâmpada.



 



Sobre usar semente de fumo comum: geralmente rendem plantas muito boas, porém há uma grande variabilidade genética e podem vir muitos espécimes que não produzirão uma quantidade de flores satisfatória, ou terão um rendimento de resina inferior ao esperado. O investimento em sementes é justamente a aposta na seleção realizada pelos criadores, que faz com que as plantas sejam mais estáveis e em geral tenham maior possibilidade de renderem bons espécimes. Mas você tem 30 plantas, o que lhe dá uma boa margem de seleção para que possa escolher a melhor fêmea. O ideal é que quando elas estiverem em estágio avançado de vegetação você faça clones de todas as plantas e mantenha-as vegetando até poder saber qual planta lhe rendeu as flores com a característica que mais lhe agradaram. Só então você poderá saber quais dessas plantas que estão contigo vale a pena manter como planta-mãe e reproduzir em clones, garantindo sempre colheitas parecidas.



 



Para concluir gostaria apenas de dizer que seria bom você investir num solo mais rico. Se você tiver usando apenas terra vegetal certamente haverá necessidade de suplementar com fertilizantes. É importante misturar diversos substratos ricos em nutrientes e preparar um solo com fontes diversos de alimento para as plantas. Além disso todo solo deve ter ao menos 50% de substrato que dê uma textura que permita a fixação de oxigênio, garantindo assim uma melhor penetração das raízes e facilitando também o desenvolvimento dos micro-organismos aeróbios que farão todo o trabalho de permitir que os nutrientes sejam melhor absorvidos pelas raízes. Você pode preparar um solo com diferentes substratos, misturando todos até obter uma mistura o mais homogênea possível. Para a função de aeração do solo pode ser usada fibras de coco, perlita ou vermiculitas, sempre em granulações mais largas. A perlita e a vermiculita em granulações mais finas, e o coco em pó não fazem muito bem a função de reter oxigênio. A mistura final do solo deve ficar bem fofa, a ponto de se enfiar o dedo e ela entrar. O solo jamais pode ficar compactado ou “empedrar” ao longo do cultivo. Quando não se usa substratos com textura bem aerada fica difícil também aplicar a lavagem, necessária para tirar excessos de fertilizantes que se acumulam ao longo do cultivo. Também ocorre que o solo, ao longo de diversos regas, acaba se tornando um bloco compacto, dificultando o crescimento da raiz e fazendo a planta atrofiar, podendo levar inclusive a sua morte.



 



No seu lugar eu faria agora mesmo uma grande quantidade de solo que fosse 50% fibras de coco, 30% terra vegetal, 10% humus de minhoca e 10% esterco de gado. Coloca também 1 colher rasa de calcário dolomítico para cada 3 a 5 litros de solo, para acrescentar cálcio e magnésio à mistura. Mistura tudo até ficar bem homogêneo e usa isso para transplantar tanto as que estão pequeninas ainda quando estiverem maior, quanto as que estão em vasos de 5litros. Assim você garante que elas terão alguma comida pra se desenvolver bem, e que a textura do solo será bem aerada. Se você tivesse mais tempo para descansar o solo poderia fazer um solo mais forte, incluindo torta de mamona, farinha de ossos, dentre outras coisas. Mas se colocar esses outros substratos mais fortes acabará tornando o solo muito pesado e ele precisaria descansar uns 2 meses antes de ser usado. Como suas plantas já estão crescendo, é melhor fazer a versão light, para que não cause nenhum problema às plantas. Se o que tiver no solo não der conta e elas sentirem fome, você pode completar com algum fertilizante.



 



Lembrando que quanto mais calor estiver fazendo e quanto mais luz a planta recebe maior será sua necessidade por água. Mais é muito importante só regar a planta quando o solo estiver seco. A cannabis prefere solos mais secos a solos encharcados. É muito importante deixar a água descansar 24hs antes de ser usada, para que o cloro evapore completamente. Além disso, é importante sempre tentar conhecer qual o pH da água que se está usando. Já falamos da importância do pH em semanas anteriores: Ver aqui, aqui e aqui.



 



Muito obrigado por ter mandado sua mensagem e espero ter ajudado a esclarecer suas dúvidas e com isso ajudado também outras pessoas! Mandem suas mensagens e fotos para cultivo@hempadao.com – Veja os textos do #CultivoVital das semanas anteriores



Um abraço e até semana que vem!



Sergio Vidal é pesquisador e ativista, autor do livro Cannabis Medicinal Introdução ao Cultivo Indoor



Facebook



Twitter

17 comentários:

  1. alguem poderia dar umas dicas de cura??? tempo??minimo??? maximo?? valeuu

    ResponderExcluir
  2. OBS: Solo adubado com torta de mamona, farinha de osso, entre outros, precisa descançar pois deve-se esperar a ação decompositora dos microorganismos, que libera os nutrientes para o solo. Não porque ele está pesado muito pelo contrário, ele está desnutrido.

    ResponderExcluir
  3. CAra se naum for uma semente de prensado do A+ ja vou adiantando que provavelmente não valera a pena. A não ser q vc tenha pelo menos 500 w de HPS. Ou a floração seja feita OUTDOOR. As sementes de prensado em sua maioria são de sativas que não produzem bem em baixa luminosidade (<500W), alem de demorarem bastante até atingirem o ponto certo de colheita. Particulamente acho que não compensa investi em vapor metalico para vegetação afinal com HPS se consegue um vegetativo praticamente igual ao metalico.

    ResponderExcluir
  4. parabens pelo texto, excelente!!!

    ResponderExcluir
  5. Suricate_Vinicius21 de junho de 2012 00:32

    Essa semana o texto ta muito construtivo!!

    Parabens Vidal!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. uruguai legalizooo, viva mujica!!!!!! aqui so no fim do ano.

    ResponderExcluir
  7. Prensado , para mim, é uma diversão , você nunca sabe o que vai ser exato e pode se surpreender positivamente , na pior das hipóteses é um fumo melhor do que você pode comprar e , geralmente , é uma planta que aguenta overfert ,estresse e uma porrada de cagada de iniciante. O legal é deixar uma planta de pren quetinha , aí derrepente BUM , vira uma árvore pra intersafra. abs

    ResponderExcluir
  8. nossa... fiquei realmente impressionado em quanta informação contida nessa postagem.. Meus parabens ao autor (Sergio Vidal) pela explicação tecnica e pelo detalhamento dos materiais usados.

    Sonho em poder usar essas técnicas em minha casa, sem medo de quaisquer represálias.

    Força ao movimento !!!


    LEGALIZE JÁ !!

    ResponderExcluir
  9. Valeu vidal um abraço..

    ResponderExcluir
  10. olá tenho algumas duvidas, sou novo no cultivo.
    tenho uma planta tem 1 ano, hj fui entender que ela tinha florado com cerca de 6 meses, porem onde eu moro chegou a nevar alguns dias e ficou exposta enfim a planta nao vingou essa floração, mais continuei cuidando pois ela estava com as folhas bonitas, hj ela esta em estado de floração soh que ela pega sol apenas pela manha pois ela esta na direção onde nasce o sol la por 11:30 o sol esta muito alto já e nao pega mais nela pois é uma sacada onde ela esta. em um vaso

    a minha duvida é de como cuidar dela 100% indoor , pois esta amarelando as folhas novamente e estou com medo dela não vingar esta floração.

    tenho tbm 4 mudas de 4 geminações diferentes e construi uma mini estufa . pois elas estavam no mesmo vaso ja algum tempo, tem um q entrou no estado de floração e ela tem apenas 10 cm, qual cuidado tenho q ter com elas!

    obrigado desde já!

    LEGALIZE JÁ!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha cara é muita coisa para explicar, mais vcs vão encontrar muitas de suas respostas neste link ,https://www.youtube.com/watch?v=U2-x8UIX7JQ ...é longo demora uma hora e meia quase, e também e feita em plantação hidroponica ,mais esse video ensina muitas coisas para quem esta iniciando um Grow , Assiste também por Jorge Cervantes Legendado ..certo Feliz 420

      Excluir
  11. Ola galera estou iniciando a montagem do meu grow e estou querendo saber o quanto vai aumentar na minha conta de luz uma lampada para a floração de ,vapor de sódio 400w ligada todo mês 12 horas por dia,...junto com o transformador , fora as outras coisas,mais só isso ,já aumenta quanto???420

    ResponderExcluir
  12. E ai galera tenho uma super automatic skunk , com seus 4 meses de vida , está florecendo já , queria saber como faço para tirar clones dela ?

    ResponderExcluir
  13. Se você ainda ficou com alguma dúvida de cultivo envie sua mensagem para hempadao@gmail.com - Envie com fotos e relato completo!!!

    Visite também meu blog, lá tem todas as dúvidas respondidas e o link para comprar o livro Cannabis Medicinal Introdução ao Cultivo Indoor.
    http://sergio-vidal.blogspot.com.br/p/dicas-de-cultivo.html

    ResponderExcluir
  14. De boa. Estou cm 8 mudas , germinei elas só no substrato e estao em copinhos. Elas ja estao cm 20 dias vou mudar para os vasos definitivos, estava pensando em usar terra vegetal hums de minhoca e sustrato, da certo?? E uma dica de % pra cada nutriente? Agradecee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os vasos irei usar de 25L ..

      Excluir
  15. Meu pezinho cresceu uns 25 cm mas tem umas 30 folhas isso e ruim? Ele ja tem 3 meses

    ResponderExcluir