segunda-feira, 30 de julho de 2012

Mães Unidas pelo Preconceito! [CaosInCasa #179]

O sucesso do CaosInCasa pode ser explicado de forma simples: boa parte dos leitores se identifica e, em alguns casos, enxerga a própria história nos dramas que já contamos aqui. E hoje não será diferente. Recebemos um relato clássico da opressão alimentada pelo preconceito e a falta de informação.

O caos na vida do amigo leitor começou depois de um ano de fumaça. Tudo começou quando mãe encontrou o kit brenfa (sedas, pilão e isqueiro). Chamando para conversar, ele decidiu abrir o jogo e apresentar seu ponto de vista sobre o uso da maconha.

Mas foi inútil apresentar dados estatísticos e dizer que a televisão mente sobre os verdadeiros efeitos da maconha. A coroa insistiu que aquilo era só uma porta de entrada para drogas mais pesadas e que ele seria responsável pela destruição da família.

Depois dessa os dias foram passando e o clima de tensão estava diminuindo dentro do lar. Mas o caos voltou com força máxima quando um amigo do amigo rodou e as mães trocaram algumas figurinhas. Neste dia a duas realizaram um ataque em conjunto contra os filhos e desprezam qualquer tentativa de defesa da molecada. "Maconha era a erva do diabo e ponto final".

O clima ficou ainda mais nebuloso quando o nosso amigo fumava no banheiro de casa e a mãe chegou de surpresa. Neste dia o pai ficou sabendo de tudo e a opressão passou a ser feita com ameaças de internação forçada para tratar o vício.

"Minha família me trata como delinquente e meu amigo está passando pela mesma situação. Somos vítimas da hipocrisia e da ignorância!"

Envie seu relato para o CaosInCasa: redacao@hempadao.com

24 comentários:

  1. é foda isso, to passando pela mesma situação, acharam o dixavador, eu abri o jogo e agora esse preconceito, não querem me dar dinheiro nem deixar sair, é tenso mesmo

    ResponderExcluir
  2. Vivo preconceito e sofro humilhações e sermões quase todos os dias depois que assumi! Mas o importante é não desistir das suas idéias!

    ResponderExcluir
  3. Logo chega a fase adulta e aí já era irmão. Segura a onda que isso passa.......

    ResponderExcluir
  4. cara, dinheiro é logico que não vão te dar, imagina só, o filhinho do papai indo comprar a temível maconha na boca de fumo? CONVERSA com eles e apresenta o Cortina de Fumaça que eles vão começar a pensar e quando evoluir pede pra eles pra plantar em casa e fechou. Aqui em casa a casa não caiu ainda, e nem vai, daqui a um tempo to me mudando e a situação vai mudar, mas é foda, com toda a informação disponível não querem nem ver o outro lado, é brabo..

    ResponderExcluir
  5. Ih rapaz, como disse o cara alí em cima... Segura a onda, faz suas coisas na tranquilidade, leva tudo a sério e mostra que esse preconceito é burrice. Já já chega a hora e você vai poder dar o rumo que quiser a sua vida. Mas é manter a paz.

    ResponderExcluir
  6. AKI EM CASA E A MESMA COISA TODO DIA MINHA MAE FICA NO MEU PE MEU PAI JA E MAIS TRANQUILO MAS NO INICIO ERA OSSO MAS HJ MEU PAI E MAIS TRANQUILO MAS MINHA MAE NAO ACEITA DE JEITO NENHUM FALA QUE EU VO VIRA BANDIDO VO VIRAR CRACUDO TALIGADO MAS VAMO Q VAMO VLW AE GALERADA DE SAO GONÇALO RJ AKI

    ResponderExcluir
  7. mais um capitulo, O uruguai e a pressão dos oportunistas contra a proposta de paz

    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1128726-uruguai-estuda-legalizar-maconha-para-combater-traficantes.shtml

    ResponderExcluir
  8. era mais ou menos assim aqui em casa, quando rodei pela primeira vez. mas hoje em dia 5 anos depois eles ja olham com outro pensamento, sabem que a sagrada erva nao e` como outras drogas que se usam por ai.

    ResponderExcluir
  9. eu passo pelo mesmo , eu abri o jogo mesmo e falei podem me prender fazer o que quiserem mais vou sempre fumar meu baseado hahahaha

    ResponderExcluir
  10. Já passei por isso, não to fumando a um mês e meio já, por causa dos meus pais, eles pediram a mim a parar, e se eu quiser a fazer isso que seja um dia em que eu seja independente. Porém, minha mãe fuma cigarro (tabaco) e de vez em quando bebe uma cervejinha, igual meu pai. Acho que eles foram MUITO hipócritas.
    Bons Pais não condenariam os filhos e deixariam eles plantar sua erva em casa pra se livrar da sujeira do tráfico, sei lá, essa é minha opinião.

    Não sei se vou voltar a fumar, estou com vontade, porque paro pra pensar e vejo que não tem um real motivo pra mim parar, mas sei lá, é foda chegar e conversar né. Quem já passou por isso é foda.

    Principalmente com pais hipócritas como os meus, que fumam, bebem e me condenam por causa da minha erva. :/

    ResponderExcluir
  11. Cara, é o seguinte a casa é deles, se eles falarem pra você não fumar lá, não fume lá.

    Eu aqui em casa, depois que rodei 2 vezes, só fumo quando eles estão viajando, aí chamo a galera e fazemos uma fumaça.

    De resto, negócio é ir pra rua, que é mais perigoso, mas pelo menos lá não tem pra eles.

    ResponderExcluir
  12. o negocio é ir pra praia,enquanto em casa nao é legalize,praia,trilha,qualquer lugar menos a rua,dentro da cidade,nem que seja num campo,cair com os pais é ruim,agora imagina com a policia

    ResponderExcluir
  13. vamo crescer galera! em todos os sentidos, moralmente, em casa, crescer as plantas , se ligar que não adiante, maconheiro inteligente é discreto, ta ligado, ta esperto , é por aí o caminho, eu ja organizei até marcha, agora se falam mal da maconha perto de mim eu não falo nada, nem que sim nem que não, só fico queto, não deixo que eles tenham brecha pra me criticar e me rotular, mas aí o jogo muda e EU que sei com quem to lidando e poso passar e boa. Imagina se teu trabalho envolve pessoas do campo, que são tradicionais, tem suas opinioes formadas e vem desde os avós dos avós, não tem o quetu diga, faça, fale , ou nçao fale que vai mudar, então tem que tá ligado....

    ResponderExcluir
  14. no final o que acaba destruindo a familia não é nem a droga, é o preconceito da própria familia.

    ResponderExcluir
  15. Rafael Hernandez, Brasil 25,000

    ResponderExcluir
  16. porra mermão,voce ja rodo na mão da sua velha e ainda me da uma de fuma no banheiro de casa ? tem que ficar ligeiro

    ResponderExcluir
  17. Tem que ser discreto, enquanto não discriminaliza! Pra fazer a cabeça tem hora!

    ResponderExcluir
  18. Só não entendi o motivo da foto do menino de rua no post.

    ResponderExcluir
  19. Foi eu que mandei essa historia sou de São gonçalo rj to segurando as pontas nao fumo mais em casa ano que vem eu pretendo sair de casa so preciso de um emprego essa hipocrisia eu nao aguento mais

    ResponderExcluir
  20. Eu comecei a fumar de verdade esse ano. Eu tenho 23 anos. Antes eu fumava 2 carteiras de cigarros por dia e bebia muito. Era bastanta irresponsável com tudo, dinheiro, faculdade, tudo. Eu só fazia beber e fumar (tabaco) e tinha uma vida sedentária demais.

    Comecei a fumar em um poker que eu comecei a frequentar quando troquei de faculdade, comecei e trabalhar mais, a estudar mais, ser mais responsável, parei de fumar (tabaco) 1 mês e estou bebendo pouco.

    A maconha me ajudou demais, e não vejo como vício, e sim como filosofia de vida que eu não vejo me fazer mal nem tampouco ser como pensam. Tudo é preconceito, eu era preconceituoso demais.

    Rodei sabado e minha vida tá um inferno!

    ResponderExcluir
  21. Isso é que dá esses menó de itaúna de 16 anos ficar fumando... kkkkkkk
    bando de projeto de maconheiro.!
    huauhuahhuahuua

    ResponderExcluir
  22. FAÇAM OS COROAS ASSISTIREM QUEBRANDO O TABU.

    ASSISTAM JUNTO.

    FIZ ISSO, E MUDEI MUITA COISA NA MINHA CASA

    ResponderExcluir
  23. Vish minha mae me lembra quando dá 4h20 que pra eu descer e fumar meu baseadinho

    ResponderExcluir
  24. galera: estudar, trabalhar e vazar. infelizmente, alguns pais ou não vão mudar de ideia nunca ou vão demorar MUITO pra mudar de ideia. o negócio é se esforçar pra ir arrumar sua vida, sua casa, sua liberdade. é muito recompensador, mesmo que você passe alguns apertos financeiros...

    ResponderExcluir