quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Soninha: Maconha Deve ser Vendida como a Cerveja! [Aspilão #181]

"Seria vender como cerveja. [Em bar], por exemplo. Os bandidos têm o monopólio do comércio. Eles é que fazem o modelo de concorrência. Eles é que recrutam a mão de obra, inclusive molecada de 13 anos. Eles matam adolescente na frente da mãe aqui na Brasilândia (zona norte). Se esse comércio fosse praticado por pessoas decentes, que pagam impostos, eu acredito mesmo que seria um bem para a sociedade"

Soninha Francine, candidata à prefeitura de São Paulo

em sabatina do UOL

16 comentários:

  1. concordo, julga stf!

    ResponderExcluir
  2. quem acredita no proibicionismo ou é burro ou ganha mesada do tráfico.

    ResponderExcluir
  3. Acho válido o que ela pensa, porém, não é assim que ela irá conseguir o cargo de Prefeita. A maioria do eleitorado tem uma ideia bem deturpada do que é a maconha e ela levantar essa bandeira só deve prejudicá-la! #INFELIZMENTE

    ResponderExcluir
  4. libera o auto cultivo tbm....

    ResponderExcluir
  5. Sou do Rio e penso exatamente como ela. Realmente, a Prefeitura de Sampa não é seu lugar; mas na Câmara Federal e no Senado ela seria uma aquisição valiosa, seja pelo ideal que defende, pelo caráter ou pela coragem. Ou por tudo isso.
    Torço por ela.

    ResponderExcluir
  6. Até parece que adquirimos nossa "maioridade" a partir do momento em que atingimos os 18 anos de idade.
    Fingir que somos de maior é o mesmo que acreditar um dia eliminaremos o tráfico das verdadeiras drogas.

    O rio tem duas margens - SP

    ResponderExcluir
  7. Tem que legalizar, mas não pode deixar também cair na mão da Aracruz e virar um super industria. Temos que legalizar o cultivo caseiro e a pequena produção...

    ResponderExcluir
  8. amo essa mulher =D UAHSUAHS

    ResponderExcluir
  9. Boa opinião mas ABRE O OLHO GENTE! NÃO CONFIA MUITO NA SONINHA! Ela já deu discurso de proibição há algum tempo atrás. Ela muda de discurso conforme a conveniência e vocês estão caindo na dela!

    ResponderExcluir
  10. como assim?? gelada????

    ResponderExcluir
  11. O mal esta em tudo e em todos,em mim e em voce basta cultivar algo para o bem. E q mal tem se querer fumar ou comer ou tomar uma planta q nasceu no meu jardim, q com amor e pensando no bem reguei e colhi esperei até sonhei...
    e sei q o mal esta bem perto tbm. mas so ver o lado bom das coisas me tras paz e p voce????
    se essa pessoa falou oq falou nao confio nela pois sei q ela nao conhece essa jurema entao temos q ter pessoas q defendam alem da legalização o voluntariado do cargo de vereadores eles seriam voluntarios e naum receberiam dinheiro alem de uma ajuda do governo as mudanças muitas vezes começa la em baixo qualquer um hoje em dia pode se informar e falar. entre todos os paises q fazem parte da ONU só o brasil paga seus vereadore e muito bem neh qualquer um quer ser mesmo sendo mal intensionado se informa e conquista teu voto

    ResponderExcluir
  12. O mesmo discurso de analogia entre a maconha e a violência. O velho moralismo que diz quem é decente e quem não é. O negócio é muito complexo pra ser reduzido desta maneira. Legalização já, sim. Mas esse argumento em torno dessa tomada de posição é muito escamoteador e vergonhoso, ainda mais vindo de uma candidata à prefeitura, aquela que pretende representa muita gente "indecente" como diria.
    De: Laricante.

    ResponderExcluir
  13. vacilona apoiou ação contra Pinheirinho

    ResponderExcluir
  14. Gente, abram o olho, não caiam na conversa da Soninha, há um bom tempo que ela só se candidata para garantir mais votos para Serra e cia. Isso mesmo, o Serra, aquele grande amigo do Laranjeira. É só pra pegar trouxa.

    ResponderExcluir
  15. Vender maconha como cerveja pode até ser uma ideia boa, mas o discurso dela foi fraco. Eu eliminaria esse papo classe-média-sofre de "GENTE DECENTE QUE PAGA IMPOSTO" contra "TRAFICANTE MATADOR DE CRIANCINHA". A polícia também tá aí matando jovens no morro, as autoridades brasileiras envolvidas deveriam assumir esta responsabilidade de país cuja polícia é uma das que mais mata no mundo, e não jogar a culpa de tudo para os traficantes. E imposto não é selo de honestidade, na verdade, o altíssimo imposto brasileiro usado para limpar a bunda dos homens do poder é uma prova da desonestidade do governo.

    PAZ, irmãos!

    ResponderExcluir