domingo, 25 de novembro de 2012

Maconha é Doping? Só Sei que a Polêmica Continua! [WeedNews 196#]

A polêmica da maconha ser ou não ser classificada como doping no UFC continua quente e com opiniões de respeito dos dois lados. O debate costuma esquentar pela insistência de alguns lotadores que gostam de dar um baforada com a erva – neste caso – da discórdia e rodam no exame antidoping.


No caso mais recente, o quarto neste ano, a casa caiu para o lutador brasileiro Thiago Silva no antidoping feito após a luta contra Stanislav Nedkov(vencida por Thiago) no UFC Macau. A punição para a travessura foi um ganho de seis meses.


Além de Thiago, o clube dos cannabistas do UFC já conta com a presença de Nick Diaz, que rodou em fevereiro, Matthew Riddle que caiu em junho e Dave Herman pegou um ganho por fumar antes da luta no UFC Rio 3, em outubro.


"A organização do UFC tem uma política restrita e consistente contra o uso de qualquer droga ilegal ou de melhora de performance, estimulantes ou agentes mascarantes. Silva admitiu ter consumido a substância proibida, concordou em participar num programa aprovado de reabilitação de drogas e servir uma suspensão de seis meses, retroativa ao evento de 10 de novembro. Ele deve passar num exame de drogas após completar a suspensão antes de receber liberação para lutar novamente”, diz o comunicado emitido pela organização do UFC sobre o caso Thiago Silva.


Agora, de maconheiro para maconheiro. Cannabis é ou não doping?

11 comentários:

  1. Claro q nao eh dopping

    ResponderExcluir
  2. complexo!! é um potente analgésico... ou não? na próxima tem que entrar com um som do planet

    ResponderExcluir
  3. visto que se perde um pouco da cordenação motora eu acredito que não, pois não dá nenhuma vantagem a quem luta com a planta na mente

    ResponderExcluir
  4. De indivíduo para indivíduo, as propriedades contidas nas flores da Cannabis fêmea, podem sim atuarem como estimulante cerebral, principalmente levando em consideração alguns fatores específicos. Não interessa, se portanto podem de alguma forma beneficiarem (as substâncias) o estado psicológico do lutador em uma luta, devemos considerar o dopping. Galera está tão sedenta pela legalização que esquecem de pensar sobre o contexto da coisa toda. Acendam um e meditem ...

    ResponderExcluir
  5. creio que a vantagem da cannabis para quem luta profissionalmente é sua propriedade ansiolítica. o treino é pesado e a pressão psicológica é grande, levando o lutador a procurar algo pra relaxar. álcool os caras não podem usar, já deve atrapalhar pra cacete os treinos por conta da ressaca. a proibição da erva é ideológica, duvido que sejam impedidos de lutar constatado álcool no sangue.

    ResponderExcluir
  6. A questão é , ele provavelmente não fumou antes da luta e sim alguns dias antes portanto nao estava sobre os efeitos da cannabis. Eu pensei que maconha ja tinha sido tirada da lista de dopings do ufc.

    ResponderExcluir
  7. QUANDO EU NÃO ESTIVER FUMANDO DO PRENSADO, TE CONTO!

    ResponderExcluir
  8. aumenta a resistência! o sujeito fica tao sequelado e lezado que esquece de sentir a dor e o cansaço!! soh pode ser por issoo..rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Para mim tanto faz, odeio UFC gosto mesmo é de THC.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. A solução é simples, monta o UFC-THC.

    ResponderExcluir