sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

FUNK de Maconha?! Trinca sugestão do Felipe, O Cara [HempSong 208#]

“Olá redação do Hempadão, queria dar uma dica para vocês sobre o funk e maconha. Existem muitos mc's de funk de São Paulo e do Rio de Janeiro, que lutam pela legalização em suas musicas. Conheci a maconha através do funk, e conheço muitos pessoas que não fumam, mas não a criminalizam, por causa do funk. Seria legal fortalecer eles.”, e aí? Porque dizer não? Deve ter gente reclamando na roda, mas o HempSong é isso – representação da erva no universo musical. Os caras nem tão aí pra serem criticados, afinal de contas botaram a cara e mandaram o papo reto, se liga – porque não legaliza o boldo?! Caaanabis, haha:

 

 

E tem mais! Pediu funk? Vai tudo de uma vez! Ouça mais… ?

 

Hahahaha! Essa é top! “Na sétima puxada, Meus olhos vermelhos, fizeram Zig-Zag. E eu me vi legalizando, junto com a Amy Winehouse”, mais uma do Daleste. Então fica combinado que podem até reclamar nos comentários de ter post de funk e tal, mas tem que ser um comentário mais criativo que a letra desse doidão ae, fechado? Valendo metade. Ouve só, hehehe:

 

 

E agora a parceria é Menor do Chapa com Bob Marley, pra fechar chave de reggae com funk. Uma tora da jamaica até o rio, tio. Dá play que eu já nem sei. Quem não quer o boldo? Infelizmente no Brasil é entre rajadas e pipocos.

 

27 comentários:

  1. https://www.youtube.com/watch?v=ET1sXTkzn_k
    mais um som ae

    ResponderExcluir
  2. Pra mim Funk marolado = TIM MAIA!!!
    Sossego e 1 Kg de Skunk

    ResponderExcluir
  3. Todos merecem espaço. Mas espaço pra contribuir e produzir entreterimento de qualidade. O problema está nas merdas que são produzidas. Se for de qualidade aceita. Se não manda pro mesmo lugar que veio. CU! ;)

    ResponderExcluir
  4. Não consegui escutar 30 segundos.

    ResponderExcluir
  5. Já conhecia
    T)A(Q Z/L
    pobre loko

    ResponderExcluir
  6. Cara com esforço escutei a primeira, quase desistindo.. Dá não

    ResponderExcluir
  7. Felizmente, existem funk's como esses que falam sobre a maconha. Porque aqui na favela não existe outro tipo de musica, só toca funk, e em que mora nela sabe. Então se não fosse funk, 11,4 milhões de pessoas que moram nas favelas, teriam cabeça de minhoca, como todos os proibicionistas

    ResponderExcluir
  8. nunca imaginei que um dia iria gostar de um funk

    ResponderExcluir
  9. Eu moro em favela, cara
    e generalizar o gosto musical da rapa na quebrada é mema coisa que generalizar atitudes da rapa na quebrada
    tem gente com bom gosto musical aqui sim, tenho vizinhos que curtem um beck e um floyd!
    agora... sinto muito, funk corta minha brisa lindo.
    mesmo escutando qse q 24hrs por dia com os carros que passam tocando aqui eu nao consigo aceitar essa merda.
    MAS gosto é como amor próprio! tem gente que tem tem gente que não auehuaehuaehuaehuea

    ResponderExcluir
  10. Sim concordo com você, mas como você disse é 24hs por dia passando carros tocando funk, não sei se você estudou em escola publica, mas em uma sala de aula 50% gosta de funk e os outros 50% curtem outros tipos musicas.

    ResponderExcluir
  11. O foda que hj em dia não é só na favela que toca funk, é em todo lugar por isso não saímos do lugar.

    ResponderExcluir
  12. ri pra caramba com musica do da leste.

    ResponderExcluir
  13. Também conheci a maconha através do funk.

    ResponderExcluir
  14. Funk de maconha até que ficou legal

    ResponderExcluir
  15. o que vale e a maconha

    ResponderExcluir
  16. Daleste meu idolo, ty amu!!!

    ResponderExcluir
  17. MC Daleste muito foda.

    ResponderExcluir
  18. Olhando por esse lado o funk parece ser bom

    ResponderExcluir
  19. LIXO não a letra mais o estilo pqp - -

    ResponderExcluir
  20. o ritmo corto minha brisa, mais as letras são dahora.

    ResponderExcluir
  21. Funk so e Ruim quando a letra não tem nexo e nao fala nada com nada!
    se e pra contribuir com a Legalização não vejo problema na musica!
    Mto maconheiro de mente fechada ainda!-.-'

    ResponderExcluir
  22. Até que enfim um funk que preste

    ResponderExcluir
  23. Sevo, não gostar de determinado gênero musical agora é ter a mente fechada? A mensagem que a música (?) pode passar pode ser super legal e tal, mas o estilo não faz o gosto de todos! Ainda bem que a maconha está presente no rock, rap, samba, funk, axé, sertanejo, mpb, pagode, reggae e em tudo quanto é gênero, para que a mensagem cannábica seja espalhada! Mas nem por isso devo ouvir todos esses gêneros e achar bom para poder dizer que tenho a cabeça aberta; Isso seria ter a cabeça fechada. Abraço!

    ResponderExcluir
  24. se é pra somar, ta valendo

    ResponderExcluir