segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O Maconheiro que Decidiu Rodar! [CaosInCasa #209]

O CaosInCasa desta semana apresenta um caso raro entre relatos apresentados nesta coluna. Foi o próprio maconheiro que decidiu abrir o jogo em casa antes que os pais descobrissem algo.

 

Antes, ele preparou o terreno e introduziu um debate sutil para descobrir qual era o posicionamento dos pais quando o assunto é maconha. Quando ele finalmente fez a revelação a reação foi de surpresa. "Amo você, mas o odeio a maconha", disse o pai. "Deus me livre, quero distância dessa bosta", foi a resposta da mãe.

 

Em seguida, o amigo leitor começou uma verdadeira pregação em defesa da erva. "Falei como ela me ajuda aliviando as dores, pensamentos negativos, me acalmando, me alegrando e me tornando uma pessoa mais tolerante, inteligente, curiosa e menos religiosa."

 

"Minha memória melhorou, apesar das pesquisas indicarem o contrário. Tentei explicar a sensação de fumar a erva contemplando as ondas do mar. Com tudo isso, apresentei para os coroas uma erva que não causava problemas para minha vida", completou.

 

A resposta dos pais foi a seguinte. "Filho, vamos procurar saber o que é a maconha e depois voltamos a conversar. Você fez sua escolha, pode fumar, mas não quero sentir esse cheiro aqui em casa", disse o pai.

 

"A conversa terminou com um longo abraço amoroso (que não rolava há muito tempo) e a convivência melhorou desde então!"

 

Envie seu relato para o CaosInCasa: redacao@hempadao.com

28 comentários:

  1. puta massa, o que eu mais queria na vida era poder ter esta conversa em casa mas infelizmente meus pais nunca irão reagir desta forma. mas meus parabens, voce foi muito corajoso e confiante !!

    ResponderExcluir
  2. se fosse na minha baia eu levava uns tiro do meu coroa kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Massa ,mas o ideal é, quando os coroas aceitam,liberar pra queimar na baia,fechado no quarto.Isto é melhor que fumar na rua.

    100 % o post.Isso que o Brasil precisa cada vez mais:pessoas conscientes.

    Abraços,Hempadão,tamo junto.

    ResponderExcluir
  4. essa ae é a boa, se mostrar consciente para os pais, se mostrar um bomconheiro, não se esconder em um submundo onde os pais não sabem oque esta acontecendo, eu fui derrubado com 14 e como era muito novo fiquei no meu canto, mas com 17 anos passei no vestibular e tive uma conversa com meus pais em que eu me assumi como usuario, e hoje defendo a legalização e a planta em casa, e o melhor argumento que tenho é ser um bom filho, sem tretas, minha mãe não gosta, mas nós dois estamos sempre grudados.

    ResponderExcluir
  5. massa, com meus pais não rola não viu, já rodei e tal mas intolerancia baseada em maus exemplos(da vida deles) é o que fode....

    ResponderExcluir
  6. Caso raro, mas parece de pescador mesmo... HIAUHAIA

    ResponderExcluir
  7. Em Casa felizmente eu fumo com minha mãe, inclusive no começo ela que pediu pra fumar em casa pra não ter problema com policia na rua, e como ela e meu pai sempre fumou, agt acaba fumando junto.. mas no nosso assunto só rola maconha e nada mais.

    ResponderExcluir
  8. tambem fumo em casa com meus pais! agora faco faculdade em outra cidade, mas qnd eles vem eles trazem e qnd eu vou fumo so fumo da deles, e garanto que os contatos dos coroas sao diferentes! nao so o do meus pais, mas o da galera old... é diferente! quem passa, é difetente o bagulho etc...

    ResponderExcluir
  9. apresenta para seu pai, sempre fumo com meu coroa

    ResponderExcluir
  10. Passei pela mesma situação, mas conversei depois que meus pais já havia pego algumas vezes. Com conversas e compreensão consegui alcançar o objetivo. Hj fumo em casa tranquilamente. Não adianta bater de frente, melhor coisa é provar ser plausível oq vc fala.

    ResponderExcluir
  11. Pooha, aki em Ksa foi tdo diferente, meus pais desconfiaram e mecheram nas minhas coisas ate achar o Dichavador com a erva dentro!
    Foi maior bafafa (minha mãe)me tratou como usuario de Crack, (meu pai)quiz me botar pra fora de casa!
    desde entao o Clima so piora!;(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. puta man se parece eu só q eu é 1000 vezes pior meus pais sao nordestinos+protestantes=muito ignorantes sou tratado igual crakero meu amigos até tiram sarro disso...

      Excluir
  12. A atitude dos pais foi boa. Só não precisava dizer q não queriam sentir o cheiro em casa. Melhor em casa que na rua, a mercê da 'guarda negligente', hehehe.

    ResponderExcluir
  13. Provem que vcs tem valores e exaltem suas atitudes positivas e siga crescendo e evoluindo na vida, com conquistas... se algo não vai bem, como no estudo ou trabalho, a fama fica pra erva...se o caboclo ta dando bons exemplos fica muito mais facil para os familiares aceitarem.

    ResponderExcluir
  14. Concordo com Edson, foi boa a conversa, exceto sobre não fumar em casa, expondo o leitor aos riscos da rua.

    ResponderExcluir
  15. Se antes de um debate sobre as drogas, você ir com o pessimismo de que teus pais não irão aceitar sua escolha, esqueça, você não vai conseguir! Ja rodei muitas vezes quando era mais jovem,em casa, e nunca me defendia. Hoje, meus pais sabem que utilizo minha medicina.Sabem por me conhecerem e verem a cara de chapado que tenho. Nunca conversamos a respeito da "amiga", mas sinto que me respeitam. É escolha deles, quererem tapar o sol com a peneira. Respeito eles também e o maximo que passa é sentirem o desodorante de la erva buena. Mesmo que com toda a situação, não houve união. A unica maneira foi saindo de casa. Dei a cara a tapa! Mostrei que podia sim, mesmo sendo maconheiro. PAZ E AMOR A TODOS! Importante lembrar que, confia em você, se for preciso procure todas as informações sobre a amiguita, videos, documentarios, livros, TUDO, e inicie o debate. Uma reação você já sabe que pode acontecer, de eles(os pais) nos rejeitarem. Então surpreenda-os e mostre que você é mais, muito mais com a amiga medicinal!

    ResponderExcluir
  16. Comigo aconteceu assim também, eu sentei com meus pais e abri o jogo. Acho que o certo é contar, pois a partir do momento que você esconde, você ajuda a criar o preconceito, pois trata como se não fosse normal.

    ResponderExcluir
  17. Sensacional..

    é ótimo ler histórias como essa, saber que tem ''coroas'' que não possuem um pensamento atrasado como a maioria.

    ResponderExcluir
  18. Ei pq censurar heim???
    Já basta a censura q fazem a nós tds os dias, e censurar opiniões logo aq.

    ResponderExcluir
  19. Resumo, mesmo o pai escutar do filho sobre tds as infos sobre maconha, o coroa n acredita no filho: "vamos procurar saber o que é a maconha e depois voltamos a conversar".

    ResponderExcluir
  20. ENQUETE DA CÂMARA DE DEPUTADOS!!! LEGALIZAÇÃO
    Porraaa tá quase em 100%


    http://www2.camara.leg.br/agencia-app/votarEnquete/enquete/BA0D5DBE-F619-4CB4-A6FD-D3BB27E0ADEA

    ResponderExcluir
  21. Infelizmente não posso falar em casa pois não tenho Pai e só Mae, apenas meu irmão mais novo sabe, se eu falar para minha Coroa ela infarta pensamento antigo é complicado !!!!
    mais parabens pela coagem.

    ResponderExcluir
  22. Ótima sua atitude e de seus pais. muito diferentes dos meus...
    tenho 32 anos, fumo maconha a 15 anos, todos da minha família sabem, minha mãe hoje em dia já não reclama, mas não aceita...
    já meu pai deixou de falar comigo, parou de me ajudar, parou de me dar coisas, parou de me dar atenção, se me ver na rua nem olha, se está em algum canto da casa e eu chego ele vai embora, me ignora totalmente. Isto me deixa muito triste, mas não vou deixar de fumar porque gosto, foi uma escolha minha e ele tem que entender que já tenho minha vida.

    mas no fundo fico muito triste com isso.

    muito triste mesmo

    ResponderExcluir
  23. meus pais têm 90% de certeza que eu fumo, só não têm 100% porque eu ainda nego! Mas meu pai já avisou que se souber que eu fumo, não vou morar no mesmo teto que ele. Nem assumo nada porque sei o que vai causar na minha casa, infelizmente! =/

    ResponderExcluir