quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Flausino, do J-Quest, na Istoé: “Uso drogas de forma recreativa” e no Rock in Rio: “Eu vou Sem Droga Nenhuma” [Aspilão #131]

ISTOÉ – Você está falando especificamente do quê? De usar drogas e cair na noite?
Flausino – “É, de saborear esse movimento da mesma maneira que a geração dos 60 fez, depois a dos 70, e assim por diante. Aí eu falei: “Quero participar desse negócio.”

 

ISTOÉ – As drogas chegaram a ser um problema para você?
Flausino – “Não, foi bem. Sempre administrei muito bem essa parada de droga. Eu seguro a onda. Graças a Deus eu não tenho essa coisa de querer sempre mais. Para mim, é recreativo total. Eu sempre fui muito cauteloso, entendeu? Não uso para trabalhar, não uso para subir no palco. Aí é uma porcaria, me deixa confuso, acaba com a voz.”

 

Rogério Flausino, vocalista do J-Quest e participante da campanha do EU VOU SEM DROGA NENHUMA do Rock in Rio, em entrevista esse mês na IstoÉ!

 

[E mais…]

 

ISTOÉ – Você participaria da Marcha da Maconha?
Flausino – No dia em que a policia desceu a borracha na Marcha da Maconha eu fiquei com vergonha. Agora, não sei se participaria. O moleque vai me ver lá e dizer: “Olha o Flausino falando que pode fumar maconha.” Não sei não, é muito complicado isso.

 

ISTOÉ – Você tem uma posição sobre a liberação da maconha?
Flausino – Acho que a gente poderia discriminalizar. Isso iria trazer uma certa leveza para a coisa do usuário inicial, não ia mandar tanto moleque para a cadeia. Tenho dúvidas sobre quem fala que a maconha é a porta de entrada para outras drogas. Fiz todo esse caminho, mas tenho do meu lado várias pessoas que se deram mal pra caralho e botaram a vida no saco.

 

ISTOÉ – Você ainda usa alguma droga?
Flausino – Eu bebo, como bom mineiro. E uso algumas coisas de forma recreativa, de vez em quando. Mas o alucinógeno não me interessa, definitivamente. Acho que a gente já vive um negócio tão hardcore, vê tanta merda social, que essa coisa da alucinação nunca mexeu muito comigo. Fica aquela confusão... Aí é melhor ter calma, vou pra minha casa com minha mulher, minha filha, meu pai e minha mãe. Vamos ficar na moral. E olha que até pouco tempo eu tinha vontade de tomar o chá de Santo Daime.

44 comentários:

  1. estamos em apostásia.

    ResponderExcluir
  2. eles não sabem o que dizem mais

    ResponderExcluir
  3. "Hipócritas , distorcem minhas palavras.
    Hipócritas , filhos do sistema".

    Deveria se envergonhar. E mandar o Medina fazer um festival de música uma pouco mais decente.

    ResponderExcluir
  4. é o dinheiro envolvido atras das propagandas do rock'n rio! não estou defendendo o flausino, porém qndo chega a equipe do rock'n rio oferecendo certa quantia em dinheiro pro cara fazer uma propaganda contra as drogas, fica difícil recusar!

    ResponderExcluir
  5. Segundo o Molusco, pode ser uma mensagem subliminar:

    -Eu tenho escolha, só vou nas boas!! Às vezes nem tanto assim… Eu também faço isso! De vez em quando rola umas palhas… fazer o quê né?

    ResponderExcluir
  6. a mensagem do clip é claramente contrária à regulamentação, e, embora o carinha seja usuário rico assumido, que consome a(s) sua(s) drogas na sua baia com a sua family, o cara é a favor da criminalização do usuário. até os caretas e a direitona europeia têm asco e horror deste tipo de comportamento verdadeiramente antiético, na plenitude da sua essência. antiético. ou estamos enganados, e os clipeiros são os paladinos da moralidade embriagada e careta? ah, álcool é droga de careta, na sua essência mais careta, como falou o lobão.

    ResponderExcluir
  7. ele apiou essa campanha ae do rock in rio pra nao irem com drogas lá. dá sujeira pra eles. Nao vejo hipocrisia...

    ResponderExcluir
  8. kaô e miguelaço geral!

    ResponderExcluir
  9. O sistema esta engolindo muito rockeiro por ae ... Rock in Rio no Brasil, infelismente uma merda ...

    ResponderExcluir
  10. Banal hipócrita
    Então caia agora
    Pra aprender você também
    pois no final
    Quem vencera sera o bem
    Que de nada valerá sua atitude

    ResponderExcluir
  11. Ae galera olhem este site: http://www.leapbrasil.com.br/
    é importante q todos os usuarios se cadastre e façam a divulgaçao. Vamos vencer!

    ResponderExcluir
  12. "Hipócritas , distorcem minhas palavras.
    Hipócritas , filhos do sistema".

    Deveria se envergonhar. E mandar o Medina fazer um festival de música uma pouco mais decente. x2

    ResponderExcluir
  13. Flausino, você é um fanfarrão!

    ResponderExcluir
  14. A primeira droga pesada com a qual ele lida se chama jotaquest...

    em meio a tanta merda sonora as outras merdas ate se encabulam...

    ResponderExcluir
  15. a foi mal mas eu n vejo hipocrisia alguma.o cara fez uma propaganda para q n se entrase em um festival com drogas e ele foi pago para isso como um trabalho.oque ele faz na vida privada e problema dele.eu sou a favor da descriminalizaçao da maconha(obvio)mas nem por isso acho certo fumar em shows e eventos pois da mesma forma q o cheiro e fumaça do cigarro me incomodam o cheiro da maconha pode ser desagradavel para outras pessoas.exigimos tanta liberdade individual mas esquecemos de respeitar a do proximo.se todos fumassem em casa a descriminalizaçao seria muito mais facil.dizer q este artista e hipocrita e tao hipocrita quanto reclamar dos politicas sendo q a maior parte da populaçao sonega impostos e faz de tudo para ter alguma vantagem.nao pensem q ao fumar maconha voces adiquirem senso de justiça e liberdade caralho a 4 pq isso e papo de quem nao e capaz de viver na propria sociedade.nao se engane fumar maconha n te torna rastafari

    ResponderExcluir
  16. Tenta utilizar dos dois discursos para querer agradar a todos, uma vez diz que é usuário na outra desfaz e coloca a teoria do proibicionismo em ação, isso nada mais é do que HIPOCRISIA. O dinheiro e a fama vale mais que sua consciencia!

    ResponderExcluir
  17. Luis Claudio, fumar em um ambiente aberto não prejudica e outra existe ambientes "próprios" para cada praticar seu consumo.

    Rastafarianismo é uma doutrina religiosa-politica, não é interessante envolve-lá de maneira a banaliza-la. mais entende seu pensamento e respeito, mais os discursos são muito contraditórios por isso da indignação da praticanetes da cultura canábica, tem que avisar a Faustino que o dinheiro que pagou o cachê dele no video pode ter vindo dos grandes empresários de cervejaria do pais (Alcool é droga)a mata mais de 2,3 milhões de pessoas por ano. Droga por droga, seis por meia-duzia!

    Abraço e muita paz para todos!

    ResponderExcluir
  18. blah jotaquest é uma bosta.

    ResponderExcluir
  19. quem fala q ele é hipocrita e nao sei mais o que... não passa de ser mais hipocrita ainda.

    ResponderExcluir
  20. Pode-se dizer que hipocrisia é uma forma muito dissimulada de afirmar algo contrário ao que se pensa. O evento é hipócrita porque promove publicamente uma campanha contra as drogas, mas é patrocinado por uma marca de bebida alcoólica e venderá álcool pro seu público durante os shows (nem é preciso lembrar o quanto o álcool é uma droga danosa à sociedade, muito mais que a maconha). O artista é hipócrita porque é ideologicamente contrário à hipocrisia da atual política de repressão às drogas (sustentada, como se vê, pelo evento), mas aceitou participar de uma campanha hipócrita em troca de dinheiro. Deu pra entender, Luis Cláudio?

    ResponderExcluir
  21. Como diz o mestre Away (http://www.youtube.com/watch?v=QkUEI0YUCQ8), não é Rock'n'Rio, é ROCK IN LIXO! Não temos cantores universais, só cantores bola de gordura! Vocês enganam a nova geração, seus palhaços!

    ResponderExcluir
  22. Música....não entenderam ainda...vc trabalha duro para ter seus 50reais e ainda vai gastar ouvindo, como vcsesmo dizem , esse hipócrita cantar e ainda comtribuem para ele fumar o dele com o nosso $ e ainda por cima falar p tds que e ruim...de boa ele não me agrega Nd,..ahh vou fazer o meu e boicote ao Rock lixo pq esta td errado

    ResponderExcluir
  23. ele nao se contradisse! nao sou fã dele, mas é só ler ali, ele disse que nao usa nada quando vai trabalhar, subir no palco, usa apenas como recreativo... por isso ele vai '' sem droga nenhuma no rock in rio'' ....

    ResponderExcluir
  24. olha, na época dos festivais, nos anos 60, tinha esse tipo de turminha aí, aliada - ainda que ingenuamente - à propaganda proibicionista.
    uns repetem o discurso do inimigo, outros giram a roda do inimigo, e alguns empurram a engrenagem do inimigo, mas estes aí conseguiram 'cantarolar' os versos do inimigo.
    o inimigo mor é a intolerância proibicionista.

    ResponderExcluir
  25. As letras boas deles são do nando reis e outros musicos...
    Esse cara é um mongolão...
    Sempre achei jota quest uma merda na real.
    não me surpreendi XD

    ResponderExcluir
  26. a mensagem passada é de um papomagrismo e de um papo-careta total, dando vivas-gerais aos convivas e simpatizantes do mortífero modelo exterminador proibicionista nacional. por isso mesmo, a mensagem é claramente impatriota, embora alguns 'não entendam' o que seja patriotismo. papo gordo?

    ResponderExcluir
  27. faça o que eu digo
    não faça o que eu faço

    ResponderExcluir
  28. pelo oq eu deu pra entender o brother da uns tirin pra fica sossegado com a familia eh isso mesmo?

    ResponderExcluir
  29. É, até que ele tentou... Mas boto fé em assumir mias ou menos a causa! :s

    ResponderExcluir
  30. Tem gente aqui que não entende o sentido da palavra hipócrita.

    Hipócrita é aquele que faz uma coisa e depois defende uma ideia contrária àquilo que fez.

    O Jotaquest aí faz isso. E sim, quando envolve dinheiro também é hipocrisia.

    É simples, é só dizer que não vai participar do comercial, pois gosta de dar uma "bolinha".

    ResponderExcluir
  31. Puta cagão esse cara... não sabe o que fala. Ao invés de ajudar, queima o filme geral.

    ResponderExcluir
  32. ISTOÉ – Você ainda usa alguma droga?
    Flausino – Eu bebo, como bom mineiro. E uso algumas coisas de forma recreativa, de vez em quando.

    Acho que essa parte da entrevista desmente o que vários aqui já comentaram.
    Os que criticam aqui, de forma agressiva, estão tradando o Flausino da mesma maneira que somos tradados por proibicionistas.
    Ele é uma figura pública, e grande parde de seus fão são nossos pais, que muitas vezes não aprovam a idéia da maconha, embora ALGUNS acatem o uso por seus filhos.
    Como ele disse, fumar e subir no palco não rende.
    E aproveito pra relembrar que lutamos inicialmente pela descriminalização, e não pela legalização. Sendo a maconha descriminalizada, ainda assim não podemos sair na rua fumando como se estivéssemos dentro de casa.

    ResponderExcluir
  33. Não gosto do Jota Quest, achei as declaraçoes dele muito medrosas. Ele concerteza gosta de fumar maconha, mas para sair na midia, ele tenta fazer um discurso 'bonitinho" porque tem medo de se queimar. Ele falar que não fumaria para subir no palco tudo bem,...intendo e concordo. Mas falar que nao participaria da marcha da maconha porque poderiam apontar pra ele e pensar que ele defende ou fuma mostra que ele tem medo do que os outros pensam, e nao luta pelo que ele acredita, hipócrita.

    ResponderExcluir
  34. NA MINHA OPINIÃO A ÚNICA DROGA É ESSE EVENTO!!!

    ResponderExcluir
  35. Que droga esse negocio de Rock in Rio,
    Para com isso rapaz que exemplo feio, pare de usar drogas!!!!!
    Fume somente a erva!!!!

    Ass: maconheiro sempre, drogado nunca

    ResponderExcluir
  36. Quem somos nós para julgarmos a atitude dele?

    Vocês estão querendo, basicamente, obrigar as pessoas a vestirem a nossa camisa. Acham que, porque lutamos por esta causa, todos devem lutar. Exatamente como os proibicionistas fazem com nós.

    E julgam!

    Imagina a multidão de fãs caretas do Jota Quest que ficariam decepcionados com o Rogério Flausino se ele aparecesse em uma marcha da maconha. Ele, de certa forma, VIVE da imagem dele. Precisa dela preservada. São os fãs dele, figurativamente falando, que pagam as contas dele. Ele tem o direito e até dever de se preservar em certos assuntos.

    Critiquem, então, aos produtores desta CAMPANHA.

    ResponderExcluir
  37. Que rock porra??? Alugém ainda escuta rock na rádio comercial???

    Esqueceram do rock porra... tenho dito!

    ResponderExcluir
  38. Não vi nada demais nos comentários, o que vcs querem que ele saia aí desenhando folhinha de maconha, deixa o cara, já deixou claro que da umas bolas no bek. Ele não pode ser idiota, falar que fuma maconha, pois é o trabalho dele, eu sinto isso tbem quando os alunos me perguntam se fumo maconha, sempre falo que Naum, pois se eu falar que já fumei ou fumo a gurizada vão se sentir estimulada p fumar e tem muito preconceito.

    ResponderExcluir
  39. PORQUÊ VOCÊ NÃO DISCUTE O TEMA COM ESSES ALUNOS QUE LHE PERGUNTA SE VC FUMA, DE FORMA MENOS PRECONCEITUOSA(MANEIRA QUE ELES ESTÃO ACOSTUMADOS A VER)?, PQ VC NÃO EXPLICA O QUE É A MACONHA? ESCLAREÇA AS COISAS PRA ESSES JOVENS PRA QUE ELAS CRESÇAM E DECIDAM SE VÃO USAR OU NÃO. GARANTO QUE SE VOCÊ FALAR QUE FUMA CIGARRO, ELES NÃO VÃO SAIR POR AÍ FUMANDO CIGARRO. NÃO PRECISA FALAR QUE FUMA PRA O MUNDO, BASTA TRATAR O TEMA COM MENOS DRAMA, POIS ACREDITO QUE MENTIR NÃO VAI RESOLVER O PROBLEMA, PQ SE UM DIA UM DE SEUS ALUNOS LHE VER FUMANDO, AÍ TENHO CERTEZA QUE A CONSEQUÊNCIA SERÁ RUIM.
    COM RELAÇÃO A FLAUSINO, NÃO O CRITICO PELA SUA POSIÇÃO NO QUE TANGE ÀS DROGAS, MAS SE ELE DEFENDE UM EVENTO SEM DROGA, NÃO PODE ACEITAR QUE NO MESMO EVENTO SEJA ESTIMULADO A VENDA DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, QUE SABEMOS QUE Á PRINCIPAL DROGA QUE CAUSA DANOS PRINCIPALMENTE A NOSSA JUVENTUDE.

    ResponderExcluir
  40. pro rock in rio ele vai sem droga nenhuma ne,
    ta bom.

    ResponderExcluir
  41. pelo oq eu deu pra entender o brother da uns tirin pra fica sossegado com a familia eh isso mesmo? [2]

    ResponderExcluir