quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Psiconautas: Exploradores da Consciência! [Portas da Percepção Ed. 130#]

por Fernando Beserra

 

Tradução do livro Psiconautas: exploradores de la consciencia de Juanjo Piñeiro

 

Alexander Shulgin, conhecido por seus amigos como Sasha, é Doutor em química. Em 1976 publicou, junto com seu colaborador David E. Nichols, o primeiro informe sobre os efeitos do MDMA – hoje mais conhecido como ecstasy – no ser humano, pelo que ficou considerado seu re-descobridor; ademais, tem ensaiado pessoalmente com mais de duzentas substâncias sintetizadas por ele a partir de alcaloides presentes em fontes vegetais, ao longo de mais de trinta anos de trabalho. Sasha, apesar de problemas legais que o obrigaram a pagar uma enorme multa para evitar o cárcere, tem continuado com suas investigações, da forma que as restritivas normas legais norte-americanas o têm permitido fazê-lo, chegando a converter-se em uma lenda viva dentro da comunidade psiconáutica internacional.

 

 

Ann Shulgin, sua esposa desde muitos anos, tem provado também muitas das substâncias criadas por Sasha, e se dedicou principalmente a estudar a terapia com psicodélicos, embora razões legais a tenham levado a abandonar, dedicando-se então a dar conferências públicas aprofundando-se no uso destas substâncias para resultar em experiências espirituais transformadoras.

 

Sasha tem publicado numerosos artigos científicos em revistas especializadas e, junto com Ann, publicou no seu próprio editorial (Transform Press) dois dos livros mais importantes para as pessoas interessadas nos psicodélicos e empatógenos: Pihkal: a chemical love story e Tihkal. The Continuation. Cadernos de bitáculas (caixas de bússola) que dividem em duas seções: um relato mais novelado escrito pelos dois, e uma segunda parte centrada na química dos psicodélicos sintetizados e investigados por Sasha. Ademais, ambos prolongaram vários livros publicados nos Estados Unidos sobre investigações e terapia com psicodélicos e MDMA, por exemplo, Thanatos to Eros ou The Secret Chief, ambos de Myron Stolaroff, publicados por Thanatos Press e pelo MAPS, respectivamente-; também tem participado em alguns livros coletivos, como Entheogens and the future of Religion, compilado por Robert Fort, e publicado pelo CSP em 1997, Pharmacological and neurotoxicological Effects of the Drug MDMA, editado por Stephen Peroutka em 1989 e publicado por Kubler Academic Publishers.

 

Ann e Sasha têm participado como poentes em várias ocasiões nas Jornadas Enteogênicas de Lleida e Barcelona, onde ganharam a simpatia e o afeto dos que os conheceram e são figuras extraordinárias nos diversos Seminários Internacionais sobre psicodélicos e enteógenos que se celebram em diversos países do mundo, como o anual em Pelenque (México).

 

Segue o link para um texto sobre a “escala Shulgin”. A escala Shulgin é uma escala simples que mede o efeito subjetivo oriundo do uso de substâncias psicoativas e importante ferramenta para exploradores dos estados alternativos de consciência via psicodélicos.

3 comentários:

  1. olhem esse site: http://canalmaconha.awardspace.com/index.php?option=com_content&task=view&id=6&Itemid=2

    hempadao peço dinovo: falem sobre as diversas qualidades de maconha existentes e seus efeitos...

    ResponderExcluir
  2. Klaus Schweinsteiger27 de agosto de 2011 03:53

    Putz Fernando, mandou ver mesmo cara nesse post. Eu me interesso muito pelo temas e já tinha lido muitos livros de Leary, Hofmaan & co. mas nunca tinha ouvido falar do Shulgin. Mas um aprendizado aqui no Hempadao.

    Olha, tu poderia algum dia aí públicar algum artigo sobre anfetaminas, mais especificamente sobre a alpha-Methylphenethylamin (conhecida na Europa como Speed, nao sei o nome dela no Brasil). É uma das drogas mais usadas aqui na Europa, pra aumentar a criatividade, concentracao, e pra "ficar ligado". Mas os seus usos para "aumentar a percepcao" do ponto de vista psicodélico me sao desconhecidas, por isso o meu pedido.

    Grande abraco e parabéns pelos artigos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Klausa, os Shulgin são interesantíssimos, só não sei se muitas pessoas se interessaram, rs.

    Podemos pensar num artigo sobre o speed sim, mas, pessoalmente eu nunca a utilizei, nem conheço o efeito. Isso não significa, é claro, que eu não tenha livros que abordem o assunto -embora nenhum em profundidade.

    Eu também não conheço de antemão o uso para amplação da consciência, mas podemos estudar o assunto. Mesmo entre anfetaminas e substâncias sintéticas são mais populares o estudo com o MDMA e a ketamina.

    Isso é interessante, os Shulgin, como tem muitos estudos sobre estas substâncias, talvez tenham algo. Depois dou uma procurada melhor.

    Abraços

    ResponderExcluir