quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Como as Coisas Mudam em Dez anos… [Baurets Ed. 140#]

por Tadeu

15 comentários:

  1. Ah velho, não serei um professor hipócrita. Porém infelizmente os brasileiros não aceitam algo que envolvam algo positivo envolvendo cannabis sativa. É FODA!

    ResponderExcluir
  2. não serei um professor assim =D

    irei fazer Biologia

    ResponderExcluir
  3. kkkk...meu professor de biologia é legalize...:D qro ter mais professores assim

    ResponderExcluir
  4. Tokin' until the day I die, diga não ao caretismo!

    ResponderExcluir
  5. quero ser professor de acultura canabica

    ResponderExcluir
  6. Sou professor e não perco a oportunidade de dizer a verdade sobre qualquer assunto, inclusive sobre a cannbis. Além disso, em meu outro emprego, como planejador estratégico, não canso de conversar e esclarecer aos executivos e funcionários de alto escalão sobre os benefícios da erva. Porque não importa minha profissão, ou meu cargo, minha alma não muda jamais.

    ResponderExcluir
  7. eu concordo com o macaco natalino o problema é oq ocorre em algumas instituições privadas de ensino é o moralismo e a falta de bom senso. curso direito e fiquei bastante triste ao ver que em um debate sobre a legalição da cannabis 90% da sala se mostrou contraria ao movimento o pior de tudo é a falta de informação, ignorancia adjetivos que caminham juntos desde da educação fundamental onde os adolescentes aprendem que CANNABIS e CRACK sao as mesma coisas, ou seja para grande parte da sociedade ve o usuario da erva como um noia um vagabundo um monstro acho que isso deveria ser mudado desde de cedo

    ResponderExcluir
  8. Os professores de história são os únicos que continuam com a cultura firme forte hahah

    ResponderExcluir
  9. Biologia cannabica3 de novembro de 2011 21:16

    Como futuro professor de biologia eu direi a os efeitos e os possiveis riscos de cada droga tentarei mostrar a verdade por trás da proibição =D

    ResponderExcluir
  10. sou professor de geografia e realmente é foda ter que chegar na sala de aula pra debater um assunto como esse, principalmente pq todos os livros e demais materiais didáticos reproduzem os tabus da nossa sociedade. Os demais docentes também. E a minha postura pode ser tida como apologética ao uso de drogas, o que me cologaria na condição de bruxo a caminho da fogueira. Temos que ser muito sutís quando tratamos destas questões...

    ResponderExcluir
  11. meu professor de historia é legaliza, um dia eu fui pra aula com uma camisa 420 e ele mostrou simpatia com a causa
    é muito importante educadores conscientes para a formaçao de um presente melhor

    ResponderExcluir