sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Quinta-feira com Debate Canábico de Alto Nível em Viçosa!

Canabista de verdade fica orgulhoso quando o debate sobre legalização alcança um público cada vez maior. No rosto de cada membro do Coletivo Cultivando uma Idéia era possível notar a alegria e satisfação de ver o auditório da Universidade Federal de Viçosa lotado para um debate de alto nível sobre a maconha. Com apenas três meses de organização local a galera já sacou que quando a causa cresce a vitória fica cada vez mais próxima.

 

Mas os bastidores deste evento guardam uma séria de posições preconceituosas da reitoria da UFV que cortou todo apoio anteriormente oferecido aos organizadores do evento. Felizmente o DCE e outros apoiadores entraram em ação para evitar que o debate fosse calado e o público de aproximadamente 150 pessoas respondeu lotando o espaço e deixando claro que existe a demanda para esse tema no meio acadêmico.

 

Quem já conhece o Mandacaru da militância canábica do Growroom sabe que a palestra do cara deixa qualquer proibicionista escondido embaixo da mesa. Com seus moldes de estrutura molecular ele mostrou ao público a proximidade da cocaína com a prima legalizada ritalina. Pra completar ele ainda deu uma aula sobre os diferentes canabinóides da planta (THC, CBD, etc.)

 

Ainda mais surpreendente foi a participação do Padre Vandinho. Quebrando o preconceito de conservadorismo cristão nas cidades de interior o padre se mostrou aberto as propostas de mudanças na lei de drogas além de revelar uma bela consciência sobre a exploração da erva feita pelo capital. "O capitalista não quer saber de está legalizado ou não. Ele se apropria do bem em busca de um lucro sem nenhuma consciência social".

 

O geógrafo Gaby Clauss repassou para a galera sua experiência de viagens pela América Latina para aprender sobre o impacto da Guerra as Drogas nas comunidades locais. Nosso amigo de militância Júlio Delmanto, do Coletivo DAR, apresentou um panorama dos movimentos sociais que defendem a legalização da maconha além de debate sobre novas estratégias de ação.

 

A mesa ficou ainda mais completa com a participação do camarada e autoridade do cultivo indoor Sérgio Vidal que abriu o horizonte do público sobre as facetas da proibição que o público comum desconhece. "O discurso sanitário usando para proibir algumas drogas esconde as estratégias de perseguição social aos grupos faziam uso destas substâncias. O ópio foi reprimido em perseguição aos chineses, a cocaína era usada pelos negros norte-americanos e a maconha pelos povos latinos."

 

Esta sexta a galera de Viçosa ainda poderá curtir o evento de lançamento do livro "Cannabis Medicinal: Introdução ao Cultivo Indoor”. Veja abaixo a galera de fotos do debate!

 

 

 

 

 

 

 

 

33 comentários:

  1. esse cara de peita amarela num eh o malucao que apareçeu na LIGA

    ResponderExcluir
  2. E ai hempadao! Eu treino jiu jtsu a mais ou menos 2 meses...e ontem meu sensei estava criticando e falando um monte de merda sobre a maconha tipo : " maconha mata neuronio" ou " ela é a porta de entrada para as outras drogas"... essas frases tipicas do proibisionista. Eu tenho uma personalidade muito forte, entao com todo respeito, pedi para falar, ele deixou, e eu despejei nele meio quilo de informação, ele nao soube o que dizer, entao me expulsou da academia.Fiquei muito chatiada...Ele me disse muitas coisas tipo: " sabe aqele pai de familia que morreu no sinal de transito, foi vc que matou. Aqela criança na favela, que é aviaozinho, ou morreu com uma bala perdida, foi vc quem matou..." De certa forma ele nao esta errado.Estou extremamente cansada de sustentar o trafico! sustentar esse tipo de crime que engloba muito mais do que a favela, é a sociedade inteira, porque querendo ou nao, toda essa violencia gira em torno da compra e venda, nao so da maconha, mais das drogas também.Se fosse legalizado o cultivo em casa, Meu Deus, eu ia me sentir completamente livre, ia fumar meu baseado sem o gosto de sangue que ele deixa na boca de muita gente ainda...
    Isso é so um desabafo mesmo, pra galera que pensa como eu... Eu defendi minha erva, na frente de varios jovens desinformados, poréem quando meu Sensei falava sobre o trafico, eu tive que ficar quieta pois a verdade é uma só... ;/
    vlw galeraaaa!

    ResponderExcluir
  3. Klaus Schweinsteiger11 de novembro de 2011 07:19

    É isso aih Giovana, seu comportamento serve de exemplo.
    Mas vale lembrar que NAO FOI VC que matou akela crianca, o aviaozinho da favela, foi o GOVERNO! A proibicao e à fuga à mercados negros pra adquirir drogas é o efeito colateral da proibicao, contra o qual todos nós maconheiros lutamos.

    ResponderExcluir
  4. Pau no cu dos proibicionistas....

    ResponderExcluir
  5. Giovana, não cai nessa! Quem inventou a proibição da maconha não foram os usuários de maconha, foi o próprio estado, poderia ter sido o chocolate e você provavelmente também te sentiria culpada. Faz a tua plantaçãozinha de maconha, e chape-se livre de culpas.

    ResponderExcluir
  6. Esse de peita amarela é o professor q aparece na liga.

    ResponderExcluir
  7. Cara Giovana, não enxa tua cabeça de culpa pois a proíbição da maconha é de cunho social e racista, portanto não há motivos para nos sentirmos culpados pois como digo "La Hierba és Santa"!
    A proíbição do Estado que provoca o tráfico, o crime e as mortes!Como lí numa hemportagem,"se proibir o sabonete teriamos traficantes de sabonetes e teriamos de recorrer a eles" isso não nos torna apoiadores do tráfico mas sim escravos-dependentes dele!

    Felizmente temos uma saída ainda arriscada, NÃO FINACIE O TRÁFICO, NÃO COMPRE, PLANTE!


    Hierba Santa/Oeste do RS

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo debate galera!! O país precisa saber quem são os verdadeiros culpados pelos litros de sangue que o tráfico derrama diariamente no solo brasileiro.
    Somos um só.

    ResponderExcluir
  9. Giovana

    jiu nao é arte marcial, tampouco o professor, um sensei.

    ResponderExcluir
  10. ja to a 2 meses sem comprar maconha, em breve as minhas florescerão e não mais estarei envolvido com essa merda toda.... faça vc tb a sua parte! quando todos estiverem plantando não haverá mótivo para manter ilegal, ou então vão prender geral! xD

    ResponderExcluir
  11. Salve Renan "Pai do Mato" !

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo evento, quando vai ter um desses em São Paulo??

    ResponderExcluir
  13. Vale lembrar que o açucar, o café já foram proibidos.. também são "drogas".

    Paz!

    ResponderExcluir
  14. Não tem o debate no youtube? ou em outro lugar disponível?

    Abraço

    ResponderExcluir
  15. Giovana, esse sensei (ou não sei) é ignorante no assunto como boa parte da sociedade. E o que eles precisam é informação mesmo. Você fez o certo. Conheço marombeiros que tem esse discurso proibicionista, mas tomam umas bombinhas de vez em quando e enchem a cara de álcool no fim-de-semana. Além de disseminar o ódio contra as liberdades individuais.

    ResponderExcluir
  16. Booa Giovana ! Ja aconteceram situaçoes parecidas comigo tb /! mas relax .. samba na cara desses proibicionistas que uma hora da certo !

    ResponderExcluir
  17. ah o Vidal laricando ali! rsrs

    ResponderExcluir
  18. po vlwwwww galera! fiquei mais chocada quando ele disse que estamos na era da proibição, que tem que proibir tudo.. rs, nao sei se riu ou se choro..mais vc tao certos, o governo obriga que esse mercado negro exista! Resistencia!

    ResponderExcluir
  19. os videos desses debates nao ficam gravados????

    ResponderExcluir
  20. Galera dedicando a vida ao ativismo!

    Parabens Mandaca, Sergio, e todos ativistas envolvidos!!!

    Nosso dia esta chegando!

    ResponderExcluir
  21. Giovana, parabéns por se livrar desta bosta humana que chamam de 'professor'. O prego assistiu ao Tropa 1, mas finge que não viu o Tropa 2. Aí sai papagaiando somente o que interessa à mente doentia dele. Uma besta dessa nunca vai raciocinar que a coca-cola que ele e os da laia dele bebem financia as bombas que o Obama taca na cabeça de crianças.

    ResponderExcluir
  22. Na casa do ex-professor da Gionava deve ter vários dvds piratas. "Aceita troco em bala" (youtube).

    ResponderExcluir
  23. viçosa ta na luta galera!

    ResponderExcluir
  24. Mandou bem Giovana.

    O ponto fundamental do amadurecimento é sempre abrir a mente em busca de novas perspectivas.

    Quando percebi que havia a opção de pensamento racional e ao memso tempo ser mais do que um peso social, me afastei de muitas pessoas erradas ou de pensamento errado. Hoje fumo meu green sem qualquer neura. No próximo ano estarei plantando e feliz da vida.

    Siga a vida da melhor forma possível, sempre buscando o bem comum. Perceberá como é gratificante.

    ResponderExcluir
  25. tem pessoas fracas que querem ser tiranizadas, igual esse idiota, foi criado com muita repressão e foi ficando louco

    ResponderExcluir
  26. Pow fiquei chateado por ver aa Giovana conta ali oq ouve com ela , mais e assim msm qm naum curti e naum conhece critica msm eu entrei em um comentario no face.. outro dia tbm pq tinha uma garota la criticando , aposto q nunca viu um pe de maconha naum sabe nem do q fala , naum adimito q alguem q nunca usou critique naum vey fala tanto sem saber doque realmente falam
    eu andei praticamente 5 anos com pessoas ao meu redor q fumavam e eu era careta nessa epoca por uma questao de opiniao minha msm e por esse tempo q eu andei com eles nunca tinha usado mas tbm nunca critiquei sempre fui legalaizer acho q quem e contra pelomenos deveria respeitar qm usa ,acho q e isso ae flws.

    ResponderExcluir
  27. agora eu curto e sei realmente oq eles sentiao ao fumar e hj sou a favor da legaliazaçao !!
    o comentario de cima ae e meu e e isso ae
    fui..
    By : will

    ResponderExcluir
  28. a batata frita vicia mais que a maconha

    ResponderExcluir
  29. Giovana, fala pro seu professor que ele mata trabalhadores escravos na china pq ele compra celular e produtos eletronicos , ele mata trabalhadores escravos em sp e pelo mundo pq ele vai no shopping compra as roupinhas de merda dele.Gente ignorante é foda.Manda ele estudar um pouquinho.

    ResponderExcluir
  30. Muito Bom o texto!! Apesar da administração querer censurar a galera, foi mais uma derrota aos proibicionistas!!

    ResponderExcluir