sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Carta Aberta ao Dexter - “Paz Entre Nós, Guerra aos Senhores!” [ObsERVAções Ed. #149]

por Renato Cinco

 

Caro Dexter,

A princípio fiquei bastante chateado com suas declarações sobre a Marcha da Maconha para a MTV. Depois me fizeram perceber que este episódio pode ser uma oportunidade para o diálogo entre o movimento antiproibicionista e o movimento Hip Hop. Diálogo mais do que necessário, pois o Hip Hop é um dos mais importantes movimentos do povo pobre na história, sua trajetória é de luta e engajamento nas causas da classe trabalhadora. O movimento antiproibicionista ainda engatinha e precisa dialogar muito com os outros movimentos sociais, mas de uma forma direta, sem passar pelos filtros da mídia.


É verdade que nosso movimento ainda é majoritariamente de classe média, mas é um erro imaginar que somos “o movimento dos boys pedindo maconha”. É muito ruim reduzir um movimento de classe média a um “movimento dos boys”. Afinal, o que são os “boys”? A classe média brasileira está longe de ser um bando de playboys. Ao contrário, em geral somos apenas trabalhadores assalariados ou profissionais liberais que trabalham duro e ganham mal.


Quem luta pela emancipação da classe trabalhadora deve procurar formar alianças entre os vários setores da classe, independente de estarem no meio ou na base da pirâmide social. Tratar a classe média como inimiga dos pobres interessa apenas a burguesia. Os que marcham em Ipanema ou protestam na USP não são burgueses. Certamente encontramos filhos de famílias ricas entre eles, mas não são maioria, isso nem de longe é verdade.


Porém, o mais importante é entendermos que a luta pela legalização da maconha, e das drogas em geral, é fundamental para a luta de classes no Brasil. Em todo o mundo a proibição das drogas serve apenas de instrumento para a criminalização da pobreza. A “guerra às drogas” não passa de um pretexto para a guerra aos pobres.


Em nenhum lugar do mundo a luta contra as drogas visa os grandes comerciantes e altas autoridades que são os verdadeiros donos do mercado. Por todo lado vemos apenas os pobres, especialmente negros, latinos e asiáticos, lotando as prisões e necrotérios. No Brasil, pioneiro na perseguição a maconha, a proibição esteve estreitamente vinculada à perseguição à cultura dos escravos. Hoje, a prisão por tráfico de maconha é uma das principais causas de encarceramento no país.


Seria muito bom se o movimento Hip Hop se abrisse para este diálogo. Tenho certeza que a legalização da maconha já seria um grande passo para desmontarmos essa máquina de moer carne que é a “guerra às drogas”.


Na Proclamação do Anhangabaú da Felicidade, manifesto do Teatro Oficina, Zé Celso lançou um desafio para o Brasil: “Ser o primeiro país do mundo a promover a grandeza da Abolição da Escravidão do século 21 através da descriminalização Total das Drogas, tirando da Polícia sua administração e passando para o Ministério da Saúde, Cultura e evidentemente da Fazenda… tornando-a uma questão totalmente Cultural, que livrará o país deste Genocídio praticado diariamente principalmente contra as crianças de todos os Canudos-Favelas de todo País”.


Viva os 99%!

52 comentários:

  1. e outra, acabando o trafico os jovens da periferia poderiam ter mais oportunidades.

    ResponderExcluir
  2. Acho que esse rapper ae é que e boy, ele parece não saber a realidade em que vivemos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Materia que doi valor:

    http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/2012/01/06/maconha-nao-danifica-cerebro-e-memoria-diz-estudo.jhtm

    ResponderExcluir
  4. isso ai é dor de cutuvelo para estar na midia ou fala bem ou fala mau nesse caso é mais facil falar mal,se ele fosse um cara cabeça nao tinha feito merda e perdido bons anos atras duma grade dai teria visto q o mundo aqui fora gira e o tempo nao para e antes de falar o melhor é se informar e nao se vive apenas do passado,nao tiro o merito pelo q ele fez e racionais fez tambem,mais falar q ninguem conheçe emicida e criolo é falta de informaçao total

    ResponderExcluir
  5. e ai dexter????? então se é traficante né

    ResponderExcluir
  6. namoral vc que tão falando mal do Dexter não sabem oq ele faz pro movimento hiphop....ele pode ta errado em falar que é coisa de boy mas acho q ele foi esclarecer que esses rappeiros que falam de maconha estao sendo usados pela midia

    ResponderExcluir
  7. A gente não quer só comida, a gente quer maconha, diversão e arte.

    ResponderExcluir
  8. Concordo com o Renato!
    Essa guerra está perdida.
    E é importante lutarmos pela legalização.

    ResponderExcluir
  9. O cara falou muita verdade, mas aí chegou nessa hora e falou bosta... Logo ele que fala tanto pra não cair nos papos da mídia, vai lá e cai.
    Ele disse que os caras do rap de hoje que estão aparecendo na MTV (Emicida é VJ da MTV e o criolo ta toda hora aparecendo lá) estão sendo usados, e que esse é que a mídia ta fazendo isso pra "popularizar" um rap que é conveniente à ela (um rap "light" e menos ativista, o que não interessa ao movimento do dexter).

    Mas pô, amigão... Antes de defecar podia ter pesquisado né? Caiu no papinho da mídia... Logo tu...

    ResponderExcluir
  10. Cinco, você está exagerando. O rapper em nenhum momento minimizou a luta trabalhadora, ao contrário, declarou a mobilização que promove como eminentemente de esquerda - pela luta da igualdade social. Parece-me também que sua intenção não era desqualificar a luta antiproibicionista, mas fazer uma crítica que, por sinal, tem muito sentido. Você fala em criminalização da pobreza e da questão do negro, mas nas marchas da maconha em ipanema é possível constatar que a maioria esmagadora é composta por brancos, em sua maioria, não-pobres. A crítica do Dexter me pareceu mais um chamado de atenção ao contraste que há entre as lutas: a dele, como o próprio o coloca, é imediata e urgente, que, diante da luta da marcha, parece ter um senso de importância maior uma vez que não aparece na mídia, ninguem sabe e ninguém vê. Veja, não se trata de desqualificar uma ou outra luta, mas de realizar uma crítica: quando a marcha deixará de ser apenas em ipanema e ser realizada, por exemplo, até uma delegacia ou batalhão da polícia? Quando a marcha levará seus adesivos às comunidades e estações de trasnporte, saindo do circuito universitário e jovem? Quando a marcha carregará cartazes e faixas pedindo expressamente a desmilitarização da polícia e abrigando causas antiprisionais em geral? Não posso falar pelo Dexter, mas, ao ler sua entrevista, penso que talvez sua crítica tenha sido nesse sentido. Saudações.

    ResponderExcluir
  11. o dexter foi preso pq mesmo? se eu nao me engano foi assalto a banco...mas lah dentro ele deve ter feito um monte amigo traficante ou esqueceu de quem tah lah injustamente pra ter falado uma merda dessas. claro que comida e moradia eh mto mais importante, mas sem o trafico de drogas e a reprecao policial seria muito mais facil os moradores de comunudades ter acesso a isso.

    ResponderExcluir
  12. "marcha da maconha = boy pedindo maconha"
    isso IMO é papo de traficante...
    quem são os primeiros a serem contra a legalização mesmo???? ah é, os trafica.

    ResponderExcluir
  13. Quero mais que esse Dexter se foda e que meu pau cresça !

    ResponderExcluir
  14. o quanto de dinheiro que a pessoa tem não define carater, soh poder de compra

    ResponderExcluir
  15. ao individuo que escreveu a carta: se eu nao li as declarações desse tal de dexter, que sentido tem sua carta?

    a esse tal de dexter: quem eh vc?

    ResponderExcluir
  16. pau no cu do dexter! se ele acha q agente eh q tem grana ele nao sabe oq eh ser rico realmente

    ResponderExcluir
  17. pau no cú desse dexter.
    acho que ele deve fazer parte do tráfico, e está vendo sua fonte de renda ameaçada pela futura legalização da maconha.

    ResponderExcluir
  18. Ele é um dos nomes mais importante do rap nacional, quem é do rap msm nao deixa de curti ele, e é claro que nao é só os boy que pedem pra legalizar e faz os movimentos, mais os boys tbm selam muito por isso, principalmente esses boys filhos da puta qe fica com o cu nao mao de subi na favela e fica mandando as minas ir pegar a maconha!

    ResponderExcluir
  19. vai toma no cu, esses boy do caralho qe acompanha o hempadao se doeu agora, e se tao falando merda do dexter é porque é verdade.

    ResponderExcluir
  20. Acho que esse tipo de exposição, para ambos, é desnecessária. E mais uma coisa, particularmente, não creio num trabalho de base que, pelo que estou vendo nos comentários, em sua maioria, só conta com anônimos.

    Abel Luiz

    ResponderExcluir
  21. Não curto rap que só sabe falar de treta/tiro/e que boy é isso e aquilo, ninguem te culpa de nascer rico não irmao, corre atras do seu ai "MANO DEXTER" e outra boy com medo de subir favela? TEM que ter mesmo meu querido, não quero filho meu botando cara em biquera de morro mesmo filhão...vou te levar da uma volta no Helipa..quero ver tu gostando do teu filho subindo la pa pega maconha, quero é meu filho comprando em coffe shop ou plantna em casa em paz...

    ResponderExcluir
  22. "Não curto rap que só sabe falar de treta/tiro/e que boy é isso e aquilo, ninguem te culpa de nascer rico não irmao, corre atras do seu ai "MANO DEXTER" e outra boy com medo de subir favela? TEM que ter mesmo meu querido, não quero filho meu botando cara em biquera de morro mesmo filhão...vou te levar da uma volta no Helipa..quero ver tu gostando do teu filho subindo la pa pega maconha, quero é meu filho comprando em coffe shop ou plantna em casa em paz..." [2]

    conforme dito antes, a criminalização da santa maria só interessa quem ta ganhando dinheiro com ela... e como foi dito ainda por um dos anonimos, sem a repressão dessa policia ditatorial que temos, não haverá mais a policia dando tapa na cara, não haverá mais o menino d 5 anos que vende na biqueira pra levar uma grana pra casa e haverá no minimo a possibilidade de ter suas plantas e saber o que esta ingerindo, não essa m**** prensadas com amoniaco...

    ResponderExcluir
  23. OBRIGADO BOYS, CONTINUEM LUTANDO POR NÓS, E PELO ZE POVINHO TB!

    ResponderExcluir
  24. VCS QUEREM PAZ? SE PREPAREM PRA GUERRA.
    NOSSO POVO QUER COMIDA E CONDIÇOES DE SOBREVIVER NAÕ MACONHA.MATHEUS,VC FOI MUITO FELIZ EM SEU COMENTÁRIO,ESSE CINCO TA QUERENDO É TUMULTUAR,NÃO ENTENDEU AS COLOCAÇOES DE NOSSO IRMAÕ DEXTER QUE ALIÁS NÃO FICA SE ESCONDENDO ATRÁS DE COMENTÁRIOS ANÔNIMOS NÃO,VAI LÁ E FALA SEJA PRA MTV OU QUALQUER OUTRO VEICULO.O DEXTER TEM UMA IMPORTANCIA MUITO GRANDE PRA NÓS PRETOS,POBRES E TRABALHADORES DAS FAVELAS E PERIFERIAS DE TODO BRASIL,ELE E O MANO BRAWN.AS MUSICAS DESSES MANOS,MUDOU A VIDA DE MUITA GENTE POR AI INCLUSIVE PESSOAS QUE VIVIAM NUM MUNDO TERRIVEL QUE É O MUNDO DAS DROGAS E DO CRIME.ESSES PLABOYS AI SE PASSANDO POR GENTE TRABALHADORA E ANONIMAS,NÃO SABEM NEM DE QUEM TÃO FALANDO.A FAVELA É OUTRA FITA!VIVA DEXTER,GOG,FC,RC,RACIONAIS....
    FODA-SE VCS SEUS OTÁRIOS PRECONCEITUOSOS

    ResponderExcluir
  25. ROBERTO, ÑAO VEM FALAR DE PRECONCEITO, PQ O PROPRIO DEXTER MOSTROU SEU PRECONCEITO NAS DECLARAÇÕES DELE.
    A CADEIA COMEU O CEREBRO DELE, HOJE NEM CONSEGUE RACIOCINAR SOBRE UMA COISA E OUTRA, QUER PARECER IGUAL AO BROWN NAS ENTEVISTAS MAS CONFUNDI AS COISAS, COITADO ELE ACHA QUE VAI FAZER A DIFERENÇA NA VIDA DAS PESSOAS, E TÁ TODO MUNDO SE FUDENDO PRA ELE. COITADO, SÓ A FAVELA CONHECE ELE MESMO, O NIVEL É ESSE AI, TIPO DEXTER.

    ResponderExcluir
  26. primeira vez qe nun concordo com cinco

    esssa galerinha ae da marcha, grande maioria
    descrimina ate o maconheiro pobre, e preto --'

    é rabo essa nossa sociedade

    ResponderExcluir
  27. Que diferença a declaração desse rapperzinho de bosta vai fazer na vida da gente? Ele continua lá na favela se fazendo de pobre e vitima da situação de vida que ele teve, e nós aqui com mulher bonita, dinheiro no bolso curtindo, e ele lá torcendo para os show dele lotar e ganhar um dinehiro que se compare ao nosso. Ele deve ter uma minazinha bem feia pq mulher bonita gosta de dinheiro, e ele o duro que deve ser pra colocar uma etiqueta " nos Boys " deve ter inveja.

    ResponderExcluir
  28. Além de ex presidiário é ignorante e burro esse mano.

    ResponderExcluir
  29. Vamos com calma galera!

    Quando escrevi esta carta, meu objetivo era abrir o diálogo e não inaugurar uma seção de agressões entre pessoas que deveriam ser aliadas.

    A classe média e os pobres precisam ser aliados, nosso inimigo comum são aqueles que acumulam suas riquezas explorando os trabalhadores.

    O movimento Hip Hop é muito importante como instrumento de organização e luta de milhões de jovens das periferias.

    Quando um personagem importante do movimento Hip Hop se manifesta contrariamente ao nosso movimento, nosso papel não poder ser ignorar ou agredir. Ao contrário, temos que buscar o diálogo e tentar mostrar o quanto a nossa luta é importante para a luta contra a criminalização da pobreza e o genocídio.

    A guerra às drogas não passa de uma guerra aos pobres e os movimentos antiproibicionistas devem encarar o movimento Hip Hop como um aliado a ser conquistado.

    ResponderExcluir
  30. mano o que mais tem no hip hop é maconheiro,eu acompanho o dexter desde o tempo do 509-e e quando comecei a ler a matéria fiquei até de cara,mais depois que li alguns comentários racistas e preconceituosos como os comentários desses últimos anônimos que postaram cheguei a conclusão de que ele tem um pouco de razão sim tem muito boy que se sente discriminado por que fuma maconha e discrimina tbm o pobre o preto e o favelado,é como diz o facção central "a classe rica só lembra da periferia quando quer farinha pra se acabar na danceteria" VIVA O RAP,VIVA A ERVA E FODA-SE OS BOY!

    ResponderExcluir
  31. ATÉ QUEM CORRE JUNTO COM VCS ESTÃO COMEÇANDO A ENTENDER QUEM SAÕ VCS.O DEXTER TER DITO Q O Q OS BOYS DA USP FIZERAM FOI UM MOVIMENTINHO,NÃO LHES DAÕ O DIREITO DE EXPRESSAR SEUS SENTIMENTOS RACISTAS E PRECONCEITUOSOS ATÉ MESMO PORQUE O RENATO CINCO NÃO OS CLASSIFICOU ASSIM,EM OUTRAS PALAVRAS ELE ATESTOU VCS COMPANHEIROS DE LUTA COMO "TRABALHADORES E PROFISSIONAIS LIBERAIS" NÃO COMO UM BANDO DE FILHINHOS DE PAPAI.NA VERDADE COM EXCEÇOES É CLARO,VCS SÃO MEDÍOCRES.AI CINCO,DECEPCIONOU!

    ResponderExcluir
  32. esses playboys são um bando de viados que gostam de dar o cú depois de fumarem unzinho tá ligado?! taõ até vacilando com esses comentários ai,na favela aprendemos que com familia não se mexe.respeita cuzão,aqui é outra caminhada.salve dexter,estamos com vc meu aliado,ao contrario desse vacilão ai,nós sabemos quem é vc e o que vc faz por nós.

    ResponderExcluir
  33. Ouvia 509-E poq achava que o dexter era um cara cabeça aberta, mais depois dessa declaração que atingi o PROPRIO publico dele sem chance..

    ResponderExcluir
  34. Ouvia 509-E poq achava que o dexter era um cara cabeça aberta, mais depois dessa declaração que atingi o PROPRIO publico dele sem chance..

    ResponderExcluir
  35. anônimo,o público do dexter em sua maioria infelizmente naõ está na faculdade nem faz movimento a favor da liberaçaõ das drogas,o público do dexter está nos movimentos por comida na mesa,educaçaõ,saúde,enfim,melhores condiçoes de VIDA,é outra situaçaõ meu amigo anônimo.vcs estaõ enganados em relaçaõ as prioridades do oitavo anjo,se é que vcs me entendem?!! se vcs não saõ playboys como disse o cinco e tbm reconhecem o movimento de vcs como legítimo,porque entaõ estaõ criticando o dexter por ter colocado os playboys no devido lugar deles? quem pode me responder qual movimento digno de aplausos os boys fazem? primeiro,qdo um deles é assassinado eles pedem proteçaõ da polícia o que é legítimo,depois,essa mesma polícia coloca dois deles em cana por estarem fumando maconha,ai eles metem camiseta na cara quebram tudo e se juntam ao movimento de vcs para pedirem liberaçaõ da maconha???? onde eles estavam no movimento antiproibicionista antes de isso acontecer me digam? estou aqui porque fumo maconha,tbm quero a liberaçaõ dela,mas não sou idiota! conheço o dexter e sua ideologia,as músicas do mano me fizeram querer um mundo melhor e me tornaram um homem de bem.tbm não legitímo playboy nenhum e concordo com o dexter em relaçaõ ao movimentinho desses boys,até entaõ,achei que fossemos maiores mas pelos comentários preconceituosos e racistas aqui dirigidos ao guerreiro dexter,percebo que estou junto com idiotas que realmente naõ passam de playboys mimados que sacam de argumentos futeis como "nos temos dinheiro ele não","ele deve ter uma minazinha bem feia" e por ai vai,para justificar sua revolta com o que o mano disse na entrevista.então cinco,esses são os trabalhadores gente boa dos quais vc falou?? ENTÃO É PRECISO REVER SEUS CONCEITOS!

    ResponderExcluir
  36. metas para 2012:
    1 - nao ganhar dinheiro para na ser taxado de burgues ou playboy
    2 - combater o preconceito com mais preconceito(serei mais feliz desejando q td mundo c foda)

    nao eh soh culpa dos governantes q o pais ta um lixo...enqnto houver esse odio td e a gente nao c ajudar o pais nao vai melhorar mesmo!!!

    ResponderExcluir
  37. FER18D2,NAÕ ENTENDI SEU COMENTÁRIO PORÉM,ENTENDI E RESPEITO O SALVE QUE O ROBERTO MANDOU E MAIS,Tô COM ELE.SEU SALVE DEPOIS DE SUAS 2 OBS FAZ SENTIDO E NISSO TÔ COM VOCÊ TAMBÉM.
    ABAIXO O PRECONCEITO.

    ResponderExcluir
  38. O espaço democratico é fundamental para que as discussões criem efeito produtivo e progressivo, o que não é saudável e ver tantas pessoas querendo colocar na cruz um cara que tem por sua experiência de vida total propriedade para opinar não a favor da liberação da droga, bem como dos seus maleficios e contundentes efeitos.
    Minha opinião é favoravel a opinião do Dexter, aos boys, digo boys não pela condição financeira, pois bem existem vários boys de condição financeira que representam grandemente através de seus gestos e atitudes . O boy que conceituo, é o alienado, que explora seu potencial financeiro e intelectual de forma equivocada, ora se pararmos para pensar a grande maioria dos manifestantes a favor da liberação da droga tiveram experiência internacional usufruindo deste benefício la fora. Países que anteriormente adotaram esse procedimento sofrem com a leis das causas e efeitos.
    A questão da liberação é pra ser ainda muito estudada, evidentemente que é um assunto para ser tratado muito depois dos resultados de uma serie de políticas sociais eficientes.
    Como liberar o uso da droga, em um país de extrema desigualdade social? de extrema falta de informação? de devastadora corrupção em todas as camadas sociais e profissionais? de governo cada vez mais corrupto? Se a droga for liberada, mais uma vez irá se consumar a questão da maxima do antigo imperio romano "Ao povo pão e circo".
    O Dexter tem todo direito de ser a favor ou contra a liberação da droga, sua opinião move gerações, certamente que sua opinião foi muito positiva onde realmente ele é reconhecido e suas musicas resgatam muitas pessoas, nas comunidades mais carentes de todo país, avesso aos muitos comentários acima declinados por pessoas que priorizam o consumo de uma substancia que pra ele é só um veículo para extravasar ou descarregar sua frustração, pois bem na sua grande maioria tem situação sócio econômica resolvida e são muito mais providos de informações e de seus direitos.
    Aos comentaristas que foram contra a opinião do Dexter, ouçam suas músicas e reflitam sobre o que ele é e o que ele representa para diversos jovens das comunidades carentes de nosso país e do projeto que ele desenvolve na penitenciária, "Projeto COMO VAI SEU MUNDO?"

    ResponderExcluir
  39. Quanto ao que diz respeito ao comentário referente ao Emicida, o Dexter em momento algum falou mau do rapper, disse apenas que a mídia quer fazer ou criar um movimento paralelo ao rap contundente, posso dizer o "rap raiz" assim como o GOG diz na música SALVE-SE QUEM PUDER, "deve se ter muito cuidado pra não cair na armação da maldita gravadora" semelhante é o que pode acontecer com o Emicida e outros rappers se não se atentarem aos interesses capitalistas das emissoras, o rap deve estar presente na Globo, na Record, enfim, em todas as emissoras, mas sempre mantendo o compromisso de manifestar ou continuar o grito dos excluídos e todas as formas de opressões existentes. Deixo claro que o Emicida não esta na condição desfavorável ao movimento rap, ao contrario está contribuindo e muito para o avanço e desenvolvimento do espaço rap. Conheci o Emicida participando com o Dexter e a nata do rap em um show comunitário social em Guaianazes e lá a molecada da comunidade pode conhecer o Emicida da MTV e cantar com o Dexter, Brown, GOG, Ed Rock, Thaíde, Gregory, Nego Jam, e outros monstros em letras conhecidas que falam com eles e transformam suas vidas.
    Vou deixar o meu protesto, Emicida espero de você tenha a iniciativa de levar a MTV pra comunidade, promovendo eventos sociais musicas, de educação e informação através de temas musicais e outros, mas que coloque sua influência em favor da maioria desprivilegiada.
    O rap é pra ser compartilhado, mas vale lembrar que ele patrimônio do povo pobre.

    ResponderExcluir
  40. Generalizar é sempre um erro e o Dexter escorregou e a mídia usou isso legal, e todos cairam na discórdia.

    Tem muito boy, mas a questão da legalização está muito além de lutas de classes, é uma questão de luta por liberdades individuais.

    Não ter preconceito significa não "ver" quem ta falando, mas escutar o que está dizendo.

    Foda-se se é boy, preto, viado, o que importa é o caráter e a dignidade do ser humano. E qualquer um que incite a intolerância através de generalizações deve ser chamado a atenção, sendo ele irmão de quem for. Qualquer um que fale contra a legalização da cannabis e outras drogas luta contra as liberdades individuais, isso inclui a sua comida na mesa.

    ResponderExcluir
  41. O Renato mandou bem, foi aberto e honesto e chamou pra conversar e unir forças, quem ta criando discórdia é por uma leitura errada do texto dele.

    ResponderExcluir
  42. Brasil, unico país onde ganhar/ter dinheiro é crime, ainda mais se for de forma LEGAL, trabalhando, correndo atras, e não esperando ajuda do governo...quantas vezes minha familai já nao fez natal solidario...a mas é isso ai nós somos os "boys" a gente que é o errado...foda-se continuo queimando tudo até a ultima ponta.

    ResponderExcluir
  43. Li muitos absurdos aqui mas abster-me-ei de fazer qualquer observação sobre.

    "Grifei" algo no texto e achei importante.
    "O movimento antiproibicionista ainda engatinha e precisa dialogar muito com os outros movimentos sociais, mas de uma forma direta, sem passar pelos filtros da mídia."

    Os movimentos precisam dialogar sim e as pessoas precisam se unir, isso é clichê demais, mas é o que tá faltando!

    ResponderExcluir
  44. O engraçado é ler comentários generalizando "playboy" como um comédia que só sabe pedir dinheiro para o papai e protestar sobre oq não sabe.

    ACABEM COM ESSE PENSAMENTO! Isso é um pensamento criado por um bando de ignorantes que, ao meu ver, querem colocar a culpa do FRACASSO em quem se deu bem na vida. Só pq você nasceu sem dinheiro não significa que tem maior direito de protestar!

    Ai vem um individuo que não conhece nada de porra nenhuma me falar "Me diz um movimento feito por playboy que é digno de aplausos". Ai meu irmão, tu perdeu uma grande oportunidade de ficar calado!

    Desculpe a confusão, to tão puto de ler os comentários aqui que fiquei até sem palavras..não consigo acreditar que a classe baixa de nosso país ainda tenha esse tipo de pensamento.

    ResponderExcluir
  45. Pé de breque é mato na cena e tem uns vermes que não aguentam o debate e apelam inclusive assinam como anonimos, Tamo juntos pelo certo manos Dexter, Angelo e todos os guerreiros de Fé !!! quanto ao Zé povinho reacalcado to nem vendo, que peguem o celular e peçam pano pros gambés porque é o seguinte: só quem é do bonde valoriza a missão, sabe o valor Real teor da operação.... na postura voce não perde o DEBATE, QUE o bom DEUS ABENÇOE os VERDADEIROS e os PÉS de BREQUE TENHAM TEMPO de se REDIMIR !!!! Mauricio Rocha da Quadrilha dos Guerreiros !!!!!!

    ResponderExcluir
  46. Brincadeira as idéia do dexter
    é o primeiro a dar o passo do preconceito e vem querer dar moral?
    se fosse ao contrario agente se referindo a vcs como favelados seriamos vistos como os preconceituosos pq somos de uma classe de mais dinheiro, primeiro que ter dinheiro não é ser superior a ninguém e nem nos dá o rótulo boy aqui muitos são trabalhadores, mas nesse caso o comentário vem de um ex detento com a cabeça voltada ao preconceito.
    Nós os “ boy” não temos o hábito de passar a perna em ninguém principalmente nos que cola na banca os “ boys” não pegam as minas de ninguém, já no meio de vcs ser “ talarico” é normal? mesmo que seja uma atitude inrrustida, invisível aos olhos alheios sem que ninguém veja? Tipo inimigo invisível Judas incolor. Isso vc vê como atitude natural mano Dexter? Logo vc que passa sempre essa imagem conservadora vai falar o que de atitudes como essa? Será que você pode falar sobre o assunto?
    Vcs dizem que a burguesia fede, e atitudes como essas vindo de vcs pode-se dizer o que?
    Que tal falar de hipocrisia???

    ResponderExcluir
  47. PRIMEIRO,QUEM DISSE QUE A BURGUESIA FEDE FOI O CAZUZA E NAÕ O DEXTER VC ESTÁ EQUIVOCADO MILITÂNCIA BOY.SEGUNDO,NO NOSSO MITIE TALARICAGEM É MANCADA E DAS GRAVES SE É QUE VC SABE O QUE É ISSO E MAIS PELO QUE VEJO POR AI SAÕ VCS PLAYBOYS QUE CURTEM PEGAR AS MULHERES DE AMIGOS E DE PREFERÊNCIA NA FRENTE DOS MESMOS E SABE PORQUE? PORQUE NAÕ DA NADA PRA VCS É MAIS QUE NORMAL OU SEJA,VCS SAÕ TODOS BUNDA MOLES.AQUI NAÕ MILITÃNCIA BOY,AQUI O PAPO É OUTRO QUER TENTAR A SORTE OTÁRIO?QUANTO A TER DINHEIRO OU NAÕ NAÕ É O PROBLEMA,O PROBLEMA É USAR O DINHEIRO PARA EXCLUIR OS OUTROS ENTENDEU?????? O DEXTER É RESPONSA RAPAZ,É MIL GRÁU.O QUE ELE FALA É FATO,CONCORDO EM NÚMERO,GÊNERO E GRÁU.

    ResponderExcluir
  48. AH!SÓ MAIS UMA COISA,NÓS CONCORDAMOS COM O CAZUZA CERTO???

    ResponderExcluir
  49. hhahaaha eu tenho pena de quem acha que o rep é só essa merda de racionais,facção central,
    e eu tenho pena dos playboys que plantam que ficam tirando a galera mais humilde que nao pode plantar....
    e eu tenho pena do Brazil que pede legalização da maconha é olha o que nos temos?
    como vamos debater pra fora se nem entra agente chega num concenso?
    Meu nome é gabriel teixeira
    eu moro em nova iguaçu
    baixada fluminense,filhos de pai preto e mãe branca,pai assalariado,mae dona de casa.
    sofro mt preconceito sim por ser BRANCO.Trabalho e pago cara na minha maconha solta,e nos meus discos de rep.

    ResponderExcluir
  50. ENTAÕ MAURICIO ROCHA O DEXTER TÁ DANDO MANCADA DAS GRAVE OU DEU. PELO MENOS ELE CATOU A MULHER DO AMIGO DELE SE ISSO TEM OUTRO NOME EU NÃO CONHEÇO, CONHEÇO COMO PATIFARIA E JÁ ERA. RAMELÃO. PEGA MULHER DO COMPANHEIRO DE SOFRIMENTO QUE TIROU UNS DIA É MUITA PATIFARIA. TÁ TIPO COISA.

    ResponderExcluir