sexta-feira, 16 de março de 2012

Neurotrip Guide – Cap 2 – Parte 2! [Portas da Percepção #159]

por Fernando Beserra

 

Dando continuidade a tradução do Neurotrip Guide da Krystle Cole, hoje vamos continuar a tradução do capítulo 2, que trata da: “Mentalidade, localização e preparação de uma viagem”, onde a psiconauta explora temas como música, comida e bebida até o interessante ponto sobre as fenetilaminas e os anti-oxidantes, pensando na redução de riscos e danos no uso de qualquer tipo de anfetaminas, inclusive as enteogênicas. Vamos nessa e boa leitura!


Condutor sóbrio e/ou cuidadores.


Se vai viajar em grupo, pode ser útil ter alguém como cuidador. É responsabilidade da pessoa ajudar ao grupo, mantendo um cenário e entorno mentais responsáveis e racionais. Ter uma pessoa sóbria ao redor pode ser muito bom caso se tome algum preparado perigoso ou se necessite um condutor sóbrio (Isso é ampliado no capítulo 3).


Comida e bebida


É bom ter bebidas a mão tais como sucos e água, preparados com antecipação. É fácil esquecer-se de se manter hidratado. Por isso há que procurar recordar beber regularmente durante a experiência. Colocar algumas garrafas de água por onde vai “viajar” facilitará essa questão.


Quando começam a passar os efeitos, é possível que comece a sentir fome. Na medida em que é possível que não se tenha comido nada durante as doze horas anteriores ou mais, e que podem haver sido consumidas muitas energias, pode sentir-se debilidade e cansaço. Minha comida favorita depois de uma viagem é o sorvete, motivo pelo qual antes de começar a viagem me asseguro que haja sorvete na geladeira.


Música


É bom ter uns poucos CDs a mão com música tranquila para poder escutar durante a experiência. Se algum membro do grupo começa a experimentar ansiedade, pode ser muito útil colocar essa música para criar um ambiente de vibrações prazerosas e tranquilas. Sempre me pareceu que escutar música tribal, com tambores e gente cantando bonitas melodias de outras culturas pode levar a viagem até direções com um enfoque mais universal.


Outro elemento essencial relacionado com a música é o fato de fazê-la durante a viagem. Todos os xamãs ao longo da história tocaram música durante as cerimônias. A maioria deles mantinha um ritmo constante durante a experiência. Isso deve ser por alguma forma de elemento primário, básico e estabilizador contido nesses ritmos. Caso vá viajar em grupo pode ser bom unir-se ou agrupar-se, sendo mais uma forma de compartilhar a experiência.


Também pode ser divertido tocar um instrumento ou cantar sua canção favorita. E, na medida em que as habilidades criativas se veem potencializadas, podem aparecer algumas ideias musicais muito interessantes. Também, caso se esteja viajando em grupo, tocar música durante esse tipo de experiência pode permitir uma conexão entre os membros, completamente nova.


Tomar vitaminas antes:


Antioxidantes e fenetilaminas


Algumas das substâncias que anteriormente descrevemos como entactógenos, como o MDMA e o MDA, são também fenetilaminas. Alguns estudos sugerem que quando as fenetilaminas se metabolizam podem produzir radicais livres de oxigênio. Os radicais livres são substâncias altamente reativas por ter alguns elétrons extras soltos. O dano dos radicais livres a nível celular foi associado a um leque de afecções entre os quais se incluem o câncer, a artrite, a aterosclerose, o Alzheimer e outros problemas neurológicos. Embora nosso corpo tenha mecanismos para proteger-se contra níveis normais de radicais, quantidades excessivas dos mesmos podem ultrapassar e saturar nosso sistema de proteção e assim ocasionar algum dano.

 

De acordo com Brian Leibovitz (1993), “As fenetilaminas se armazenam em concentrações mais elevadas no cérebro e no sistema nervoso. Não deve surpreender que estes tecidos sejam os de maior risco ante um possível dano por radicais livres (e oxidantes associados a esses) formados durante o ciclo de redução de oxidação das fenetilaminas... A chave, como sempre, é a proteção, e conhecer o mecanismo de ação leva a uma conclusão: aqueles que tomam fenetilaminas deveriam também tomar suplementos antioxidantes. Todas as fenetilaminas são pró-oxidantes por natureza e podem fazer um ciclo de redução de oxidação. Existe um relação entre a produção de radicais livres e o incremento da dose, de tal maneira que inclusive uma pequena dose gerará alguma quantidade de radicais livres. Para tanto caso se tome fenetilamina, seria prudente tomar também algum tipo de suplemento anti-oxidante. Isso inclui tanto os anti-oxidantes solúveis em água (p.ex, vitamina C e glutationa) com os lipossolúveis (p.ex, vitamina E). Outros anti-oxidantes importantes seriam: o selênio (o mineral coordenador da enzima glutationa peroxidase) e o beta-caroteno (um agente anti-oxidante). Os bioflavonoides também estão indicados, não apenas por suas propriedades anti-oxidantes imediatas, mas porque são bons agentes quelantes de metais (e assim previnem reações catalizadoras do ferro que geram radicais livres). Estudos em animais e (em menor medida) pessoas documentam os efeitos protetores dos anti-oxidantes contra os radicais mediados, que são efeitos secundários prejudiciais das fenetilaminas”.


Eu sempre tomo algum composto multivitamínico com grandes quantidades de anti-oxidantes ao redor de uma hora antes de uma viagem com enteógenos. Não só é útil para proteger-se do dano produzido pelos radicais livres, senão que também me proporciona mais energia para a viagem. Pode-se encontrar mais informação sobre isso na página principal sobre o MDMA.


Questões sobre a droga


Qualidade


Quanto pior seja a qualidade de uma droga, maiores serão as probabilidades de ter uma viagem difícil. O tráfico de drogas é um negócio e muitos traficantes estão muito centrados nos benefícios. Para incrementar esses benefícios com frequência cortam (cortan) as drogas com todo tipo de coisas e, as vezes, esse corte pode ser prejudicial a saúde. Por isso é muito importante obter os enteógenos de uma fonte que confie. No caso de dúvidas, é melhor cultivar o enteógenos nos mesmos. Desta maneira não há que preocupar-se que algo possa contaminar nosso enteógeno. O cultivo e posse de muitas plantas enteógenas é completamente lícito. O único ilícito é estar em posse do extrato da planta em caso desta conter uma substância ilegal. Ademais, o cultivo e cuidado da planta enteógena antes de consumi-la contribui algo mais a toda a experiência.

13 comentários:

  1. o dia que aceitarem o mundinho de vcs , ñ precisarão mais de drogas, bando de imbecis

    ResponderExcluir
  2. Algumas pessoas realmente não entendem o significado da redução de danos.

    ResponderExcluir
  3. Portas da Percepção é uma das melhores colunas.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns por mais um ótimo texto!

    ResponderExcluir
  5. number 1: nazista detected

    Tem gente q precisa urgentemente dar um-dois pra tentar limpar a alma do demônio tirano que a habita.

    Parabéns, Beserra, Hempadão, excelente editoria.

    ResponderExcluir
  6. Número 1, ficar no 'nosso mundinho' é direito nosso. Já o seu mundinho capetalista e ignorante é problema de todos.

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkk meu mundinho é mt bom cara e tem vários habitantes super gente boa e muito felizes.
    troco meu mundinho por nada!

    ResponderExcluir
  8. Eeeehhhhhhhhhhhhhhhhh..

    ResponderExcluir
  9. E ai galera de leitores do Hempadão Tudo na paz??
    Queria pedir pra vocês darem uma olhada nesse blog do LEGALIZE PR!
    Este é um blog a favor da legalização da Cannabis, e esperamos o apoio de vocês para isso, mesmo você usando ou não precisamos de sua ajuda.
    Deem uma Conferida no Blog que ta muito bom.
    E se possível divulguem aos seus amigos.

    http://legalizepr.blogspot.com/

    Legalize PR!
    Legalizando Sua ideia.

    ResponderExcluir
  10. a moral é fica locao e que se foda
    Krishna é tudo seus mané

    ResponderExcluir
  11. essa questão da qualidade ai é tensa, a proibição é um saco...
    ótimo trabalho com a tradução, os textos são realmente bons!

    ResponderExcluir
  12. uma experiencia enteogênica é como um mergulho num oceano interno de infinitas possibilidades e lugares desconhecidos que, pela realidade opressora em que vivemos, jamais iríamos conhecer...

    peace and love!

    ResponderExcluir