sexta-feira, 20 de julho de 2012

Por Outra Política de Drogas na Cidade do Rio de Janeiro! [ObsERVAções Ed. #177]

por Renato Cinco

 

Galera, estou meio sumido deste espaço e agora posso explicar porque. Sou candidato a vereador aqui no Rio e andei meio sem tempo para parar e escrever, mas vamos retomar o ritmo.

 

Nestas eleições, queremos debater como a municipalidade é importante para a política de drogas.  Infelizmente, a ação da atual prefeitura é perversa: de um lado, não investe na rede de saúde pública e assistência social para garantir a atenção integral dos usuários de álcool e outras drogas. De outro, promove o recolhimento compulsório de pessoas em situação de rua sem oferecer um atendimento básico em saúde, fato largamente denunciado pelo seu caráter discriminatório, violento e ineficaz.

 

Precisamos aproveitar as eleições municipais para fortalecer a luta pela legalização e contra as arbitrariedades e o obscurantismo das políticas proibicionistas. Ao invés de demonizar as drogas, é preciso trata-las como uma questão de saúde pública, investindo na Redução de Danos, estratégia adotada com sucesso em muitas partes do mundo e pouco desenvolvida na nossa cidade. Também é fundamental a criação dos "Consultórios de Rua" (com uma equipe interdisciplinar prestando atendimento diretamente na rua à população em situação de risco e vulnerabilidade social) e ampliarmos a rede de Centros de Atenção Psicossocial para Álcool e outras drogas (CAPSad).

 

Por outro lado, é preciso lutar contra a repressão policial que atua de acordo com a classe social e com a cor da pele. A "guerra às drogas" fracassou e só produziu mais violência e preconceito. Defendemos a legalização da maconha e queremos discutir a política de drogas no país, sem hipocrisia.

 

PELA LEGALIZAÇÃO! NOSSA LUTA É EM DEFESA DA VIDA, DA LIBERDADE E DA JUSTIÇA SOCIAL.

 

Renato Cinco 50.555 - Vereador do Rio

 

PS: Quem quiser acompanhar as atividades da nossa campanha ou manter contato pode curtir minha página no Facebook. No site estão nossas propostas sobre outros temas.

13 comentários:

  1. André Barros e Cinco e verde na mente!!!

    ResponderExcluir
  2. Grande Cinco! 50.555 é nozes! Outra política de drogas é possível...

    ResponderExcluir
  3. Duas Reservas Morais do Brasil! Obrigado, Cinco!

    ResponderExcluir
  4. Esse Renato Cinco parece ser muito firmeza...
    Será que o Brasil a exemplo de e Espanha e outros paises terá partidos cannabicos que lutam pelo direito nação Cannabica em alguns anos, espero que sim.
    De qualquer forma é bonito ver que já temos candidatos que começam a citar o assunto, pelo lado mais humanistico e não comercial imposto por esse tal "Regime ditatorial internacional", que todos devam seguir sem questionar.
    Não voto no Rio, mas em qualquer escala interestadual eu voto em você.
    Não pq vc é diz que é defensor da liberdade, é porque tenho acompanhado através de reportagens de noticias Cannabicas na internet, que você realmente é!!!!Parabéns!!
    Esse com certeza têm uma grande lacuna com milhares de eleitores em aberto no Brasil, espeo que se algum politicos ler minha pobre opinião de Cidadão Brasileiro, concorde.
    Boa parte dos eleitores com certea sim, né

    Assinado: 1 Eleitor Brasileiro

    ResponderExcluir
  5. Boa Renato!

    Tem meu voto já.

    A defesa do SUS e com ele da Redução de Danos, dos CAPS Ad e Consultórios de rua é fundamental para modificar a atual situação das clínicas fantasma, internação compulsória e foco em Modelos como o Minessota - modelos de abstinência -. Só assim é possível alcançar margens maiores da população que precisa de suporte psicossocial. Mais do que isso, é necessário reverter a visão deturpada de qualque uso de substâncias é negativo e indesejável, bem como faz-se necessário em tratamento pensar na clínica do possível, diante de um fenômeno onde as taxas de sucesso terapeutica beiravam os baixíssimos 30%.

    Agora uma dúvida 5. Gostaria de saber se existe alguma forma, além das intervenções contra a internação compulsória e a defesa da RD e CAPs Ads, de como vereador contribuir para o debate sobre a legalização e se já tem alguma estratégia.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  6. Eu votaria em você, pena que você não é do meu estado. Desconheço os políticos bons do Paraná.

    ResponderExcluir
  7. Olha a politica de drogas que nunca funcionou... ta na cara que era pra consumo pessual!

    http://www.youtube.com/watch?v=WwRV7By8RQE&feature=related

    IAE BRASIL QUANDO VAMOS MUDAR, OLHA QUE ABSURDO!

    ResponderExcluir
  8. Esse programa é da hora, apesar do final não ser muito bom para os growers da Cannabis Medicinal, mostra a importancia da erva nos EUA, e que eles mandam mais no Brasil que o povo é mais manso, que no Pais deles mesmo:
    Mostra de uma forma imparcial das duas parte e mostra a luta pelos Growers legalizados dos EUA.
    Programa até revoltante as vezes nas entrevistas dos republicanos que defendem seus comercio de armas que sustentam o narcotrafico mas eu recomendo
    http://www.natgeo.com.br/br/synopsis/469-134716

    ResponderExcluir
  9. Você quer mudar a política de drogas, lutar pela legalização e mudar o rumo da guerra contra as drogas. Tudo isso sendo vereador do Rio. Poupe-me.

    ResponderExcluir
  10. Gabriel, queremos um mandato de vereador para servir de instrumento de luta pelas nossas causas.

    A política de drogas do município do Rio é cruel e desumana e um vereador comprometido em mudar isso é urgente e necessário.

    E um mandato apoiando a Marcha da Maconha e outros eventos antiproibicionistas é um reforço importante para o movimento.

    ResponderExcluir
  11. Eu to falando que é tudo politicagem das cabeças da marchinha, olha o gordinho5 ai nas eleições... ele aparece em todas as fotos promocionais de eventos que aqui são mostrados e ta la ele e o advogado dele na foto, mais uma vez vai entrar na politica e mamar nas tetas do governo municipal pra fazer o que? só brigar pela maconha dele? e pelo povo dos morros que vivem sem saneamento basico e coleta de lixo? isso ele vai olhar ou só vai olhar a causa propria? vão a merda esses caras dessa marcha falida e fracionada, pra mim sempre ficou bem claro a posição do gordinho 5, agora ficou evidente e isso mostra que a causa é politica e não tão democratica e legal pra todos, os interesses ainda falam bem alto e dentro de movimentos como esse fica evidente como a coisa funciona, mas como sei que muito maconheiro é idiota e muitos deles tbm são bem conscientes deixo aqui esse texto pra reflexão de vcs...

    mas antes de terminar tbm deixo aqui umas perguntas...

    cade a porra da prestação de contas da marchinha do rio?

    cade os links fixos com os manifestos para assinarmos aqui no blog e na pagina da marchinha?

    se a questão da maconha fosse realmente levada a serio todo mundo se juntava pra coisa fluir, mas o que se ve são movimentos isolados e cada um por si, porque se a causa é para uma coisa só? cade a união dos grupos?

    quem se une agora é a galera da marchinha e quem acredita neles, "vamos eleger o gordinho 5 que ele vai ajudar a mudar a politica anti drogas no rio..." e no resto do pais?

    mas se formos lembrar como é a organização da marchinha do rio podemos lembrar que só la tem aviãozinho voando na orla, só la tem a participação de certas figuras e cada cidade que se organize...a playboyzada do rio é isso, agora brigam por legalização pra confinar mais ainda as pessoas que gostam de fumar a erva, pois vão deixar de alimentar traficantes pra alimentar farmacinhas de erva financiadas pelos playbas... legalização é liberdade, não é no sentido de liberdade de escolha e sim de liberdade dos sistemas, se não for do paralelo é da playboyzada carioca que ta por cima da carne seca...

    vão a merda com essa causa falida e vão pra brasilia brigar la seus comedias, a descriminalização pode vir ainda esse ano então pra que o gordinho ainda quer assumir cargo publico?

    ResponderExcluir
  12. continuando...

    pois é... o futuro tbm esta ai, quem sabe ele não se elege mais pra frente a senador ou dep federal né? com o caminho descriminalizado fica mais facil ele implantar suas ideias de legalização e montar o modelo de mercado legalizado junto com os cabeças coligadas.

    de politicagem eu to de saco cheio e pra politico eu vomito mesmo, pois eu tenho certeza que a força do povo é muito maior do que um palhaço representando causa falida onde ele mesmo nem pode colocar um dedo pra mudar a coisa.

    ai gordinho sempre te saquei muito bem e conheço os rumos do seu futuro politico, então não vem dizer que a politica do rio é cruel que isso é no pais todo, não vem me convencer que um vereador comprometido com isso é necessario e urgente pois o que precisamos é de varios senadores e deputados federais e não vereadores... se ligou? e se o mandato é pra apoiar a sua marcha e a sua causa vai a merda tbm, isso é pensar só em vc e em causa propria.

    faça algo pra melhorar a vida desumana nas favelas aqui do rio e não fiquei de bla bla bla que discurso de politico é a pior merda de se ouvir, de promessa e falação o brasil ta de saco cheio, de politico mamando nas tetas do governo tbm... pois na pratica a realidade da lesgislação municipal é bem diferente.

    acorda gordinho...não faço campanha contra vc e sim contra sacanagem e politicagem e no seu caso ja era evidente que esse ano vc iria se candidatar, eu não sou otario.

    acorda maconheiro consciente... e veja bem quem assume certas posturas e pra que? e vc vai ficar ai fumando e achando legal um realidade invertida? acorda mano e vai plantar a sua erva pra não depender de traficante e nem de farmacinha de playboy, muito menos de politico que age em causa propria, não existe os ruralistas, a bancada evangelica, agora vamos ter a bancada maconheira, só jogo de interesses.

    acorda RIO.........os vereadores são pra vcs, concorda com eles quem quiser, sou contra partidos politicos pois é só jogo de interesses e são a grande erva daninha desse pais, pois cada partido tem seus interesses, prestem bem atenção nas coligações dos partidos nessas eleições...até o maluf esta apoiando o pt hj, e vc vai me dizer que não é jogo de interesse?

    pensem nisso.

    ResponderExcluir
  13. gente, como a pessoa consegue gastar tantas letra e caracteres para falar tanta imbecilidade, e ser tão contraditório?

    ResponderExcluir