segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Tabaco Radioativo: A História não Contada! [OnJack Ed. 198#]

Postagens anteriores aqui!

 

Fumar tabaco mata mais pessoas anualmente do que a AIDS, a heroí­na, o crack, a cocaína, o álcool, os aci­dentes rodoviários, os incêndios e os assassínios combinados. Fumar cigar­ros vicia tanto como tomar heroína, apresenta idênticos sintomas de absti­nência, e a taxa de reincidência (75%) é igual à de pessoas que tentam "lar­gar" cocaína ou heroína.

 

 

O tabaco é de muito longe a princi­pal causa atual de morte evitável nos EUA. Os fumantes de tabaco sofrem dez vezes mais de câncer do pulmão que os não-fumantes, duas vezes mais de doenças cardíacas e têm três vezes mais hipóteses de morrer de doenças cardíacas caso as desenvolvam.

 

 

E no entanto o tabaco é totalmente legal, e recebe mesmo os mais eleva­dos subsídios concedidos pelo gover­no americano a qualquer produto agrícola, ao mesmo tempo que é o nosso maior assassino! Que hipocrisia total!

 

Nos EUA, uma em cada sete mortes é causada pelo hábito de fumar cigar­ros. As mulheres deviam saber que o câncer do pulmão é mais vulgar que o câncer da mama nas mulheres fuma­ntes, e que fumar durante a utilização da pílula aumenta dramaticamente os riscos cancerígenos e cardíacos.

 

O negócio do tabaco é promovido com sete milhões de dólares por dia, e calcula-se que a indústria tabaqueira precisa diariamente de cerca de mil fumantes novos para substituir os que morrem.

 

Durante cem anos (até 1890) o prin­cipal produto agrícola do Kentucky foi o saudável, versátil e útil cânhamo-de-cannabis. Desde então, foi substituído pelo tabaco, uma cultura não-comestível, não-fibrosa e depauperadora do solo, que é cultivado por lei em solo fertilizado com materiais radioativos.

 

Estudos do governo dos EUA mos­traram que, para os nossos pulmões, um maço e meio de cigarros por dia ao longo de apenas um ano equivale ao efeito que tem sobre a nossa pele a ex­posição a cerca de 300 raios-x ao peito (usando-se o antigo filme lento de raio-x e nenhuma proteção de chumbo para a pele).

 

Mas enquanto um raio-x dissipa instantaneamente a sua radioatividade, o tabaco tem uma semivida ra­dioativa que afeará os pulmões du­rante 21,5 anos.

 

O antigo bastonário da saúde C. Eve­rett Kopp disse na televisão nacional que a radioatividade é provavelmente responsável pela maioria dos cânceres relacionados com o tabaco. Não existe radioatividade nos alca­trões da cannabis.

(Centro Nacional de investigação Atmosféri­ca, 1964; Ass. Pulmonar Americana; dr. Joseph R. DiFranza, Centro Médico da Univ. de Mass.; Reader's Digest, Março de 1986; Bast. Saúde C. Everett Koop, 1990.)

 

O OnJack publica, semanalmente, trechos da tradução do livro de Jack Herer, The Emperor Wears no Clothes.

8 comentários:

  1. Eu me fodi por causa do cigarro, fiquei na UTI por 3 dias tomando umas paradas lá na veia, parece que eu tive infecção pulmonar!!! Nunca mais quero fumar esse lixo!!! Incrivel como ninguem luta p/proibir essa porcaria!!! Essa sociedade é hipocrita demais, PQP!!!

    ResponderExcluir
  2. Se a maconha legalizada ficar neste patamar de imposto, é muito difícil conseguir ficar mais barato do que a contrabandeada. A prova pode ser comprovado exatamente no mercado do cigarro. A carteira do cigarro é muito cara e o interesse por contrabando do produto é altíssimo, fazendo com que o Brasil faça um esforço incrível para evitar que os maços de cigarro atravessem a fronteira! Ou seja...será a mesma coisa com a maconha. O produto ficará caro...e continuará existindo o tráfico.

    ResponderExcluir
  3. Amigos temos que tomar muito cuidado ao pensarmos que a maconha legalizada será Amigos diferente do álcool ou cigarros. vivemos no sistema e ele tem a capacidade de absorver tudo e transformá-lo não bastará muito tempo para que as mesmas críticas que ouvimos e dizemos em relação ao álcool e cigarro se voltem para a maconha. Para a legalização dar certo a maconha deverá se torna um simbolo fiel contra o sistema imposto.

    ResponderExcluir
  4. A legalização só seria bom para o auto-cultivo, como o Tabaco pode ser cultivado em casa para produção de fumo, Cannabis poderia também. Fume cigarros? não financie a Souza Cruz, cultive Tabaco em casa... Curte uma erva, pare de comprar de traficantes e cultive... Mesmo a maconha sendo legalizada em qualquer lugar do mundo, duvido que tenha um coffe shop como os holandeses!

    ResponderExcluir
  5. Também acho que devemos sempre buscar o cultivo caseiro, não só como alternativa para fugir de impostos e de má qualidade do produto, mas como uma maneira de nos tornarmos mais próximos daquilo que fumamos, comemos, usamos, uma proximidade da natureza verdadeira, e não uma perigosa aproximação e financiamento de um sistema que trata todos como lixo, comandado/lucrativo para uns poucos corruptos.
    Quando a maconha legalizada der dinheiro para políticos corruptos, ela vai acontecer.

    ResponderExcluir
  6. é,os países se movem em volta do dinheiro!

    ResponderExcluir
  7. Vou lhes dizer a verdade do tabaco..
    tabaco é uma planta que contem naturalmente nicotina, e esta que por sua vez, vicia!
    então chegou o homem com sua notável presença, e acrescentou a esta planta 4.700 substancias químicas, tais como chumbo magnésio, acetona, formol e caralho a quatro, só falta colocarem veneno de rato nessa porra.. mas ai. isso todo mundo ja sabe, cigarro quimicas e bla bla bla... mas agora tomazine, eu lhe pergunto:
    Pq que tem tudo essas merdas num produto de origem orgânica?(tabaco)
    GOVERNO, um sistema que quer que seus cidadãos fumem mto, sejam viciados (fisicamente) em produto nocivo para que assim paguem muito imposto(o cigarro tem o nome deles) e quando tiverem prestes a se aposentar(aquele momento que iriamos receber nossos direitos) MORRER.

    ResponderExcluir
  8. After doing some online research, I got my first e-cig kit from VaporFi.

    ResponderExcluir