terça-feira, 28 de agosto de 2012

Vigilância de Cultivadores e Confiscos! [OnJack Ed. #183]

Postagens anteriores aqui!

 

Na Califórnia rural, onde o cultivo de cannabis tem sustentando comu­nidades inteiras, as forças bem armadas da CAMP [Campanha Contra o Cultivo de Marijuana] embrenham-se numa es­pessa floresta e descobrem viçosas e resistentes plantas de oito meses, com cin­co metros de altura. Os homens da CAMP cortam-nas à machadada, ati­ram-lhes pneus para cima e regam tudo com gasolina. Sendo frescas, as plantas queimam lentamente.

 

Noutro lugar, o piloto de um helicóp­tero voa em círculos sobre um determinado quarteirão, enquanto observa uma câmara termossensível apontada para uma casa. "Estamos à procura do sol interior," explica displicentemente.

 

 

"Só perseguimos objetivos específi­cos," casas onde foram compradas lâmpadas de cultivo ou onde exista alguma outra base tangível para se suspeitar de "manufatura de substância controlada", que é um crime.

 

"Olhem, aí está a luz da casa". A tela termossensível mostra calor saindo por debaixo dos beirais da casa. Local confir­mado.

 

A seguir os agentes obtêm um mandato de busca, fazem uma rusga à propriedade, confiscam a casa ao abrigo de pro­cedimentos civis, e acusam o seus habi­tantes ao abrigo da lei contra o crime.

(Programa 48 Hours, televisão CBS, "Marijuana Growing in California", 12 de Outubro de 1989.)

POLÍTICA NÃO-AMERICANA E EXTORSÃO POLÍTICA

 

Em 1971, Richard Nixon ordenou ao FBI que vigiasse John Lennon ilegal­mente 24 horas por dia durante seis meses seguidos, porque Lennon dera um concerto no Michigan a favor da liber­tação de John Sinclair, um estudante condenado a cinco anos de cadeia por posse de dois charros. (LA. Times, Agosto de 1983.)

 

De forma a assegurarem os seus lucros, as empresas produtoras de fármacos, pe­tróleo, papel e álcool querem que a erva seja eternamente ilegal, não importa quantos direitos individuais sejam supri­midos, ou quantos anos tenhamos de passar na cadeia.

 

Os políticos de tendência liberal são investigados e, acreditamos nós, chantageados de forma a manterem a boca fe­chada sobre este e outros assuntos, pois ar­riscam-se a ser denunciados devido a al­guma indiscrição passada que eles ou familiares seus tenham cometido — possivel­mente relacionada com sexo ou drogas.

4 comentários:

  1. A única razão dessa planta ser proibida é o preconceito, mais nada...tudo remete ao preconceito...

    CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS !

    ResponderExcluir
  2. eu to com gripe e acabei de queima um baseado e a gripe começo escorrer no nariz agua e destranco o nariz... demanha aconteceu a mesma coisa... tem alguma coisa a ver? desculpe se fui nojento n sabia de otra manera de falar isso

    ResponderExcluir
  3. maconha cura tudo, até manezisse!
    FIK DIK

    ResponderExcluir
  4. Pagarão por tudo !!!29 de agosto de 2012 00:31

    Lá na frente, olharemos pra isto, como hoje olhamos pra inquisição !!! Quanto a isso, meus amigos, podem ter certeza, como 2+2 são 4 !

    Sem mais !

    ResponderExcluir